Resenha #35 - Caminhos de Sangue (Moira Young)

| |

Título original: Blood Red Road
Série: Dustalands #1
Editora: Intrínseca
ISBN: 978-85-8057-194-3
Ano: 2012
Tradução: Fabio Fernandes
Páginas: 352


Saba passou a vida inteira na Lagoa da Prata, uma imensidão de terra desértica assolada por constantes tempestades de areia. O lugar não a incomoda, contanto que o irmão gêmeo, Lugh, esteja por perto. Quando, porém, uma gigantesca tempestade chega trazendo quatro cavaleiros de mantos negros em seu rastro, a vida que Saba conhece chega ao fim: Lugh é raptado e ela tem que embarcar em uma perigosa jornada para resgatá-lo.






Caminhos de Sangue é uma história de determinação e coragem, em que nossa protagonista Saba não mede esforços para encontrar seu irmão gêmeo que fora raptado: Lugh.



Achei a história muito boa, a coragem e a determinação da Saba para encontrar seu irmão é algo admirável. Durante sua jornada ela descobre em si uma lutadora, uma guerreira, alguém que pode fazer a diferença e não é mais aquela garota que vive apenas na sombra de seu irmão, é uma pessoa com vontade própria e determinação para mudar.


O Lugh vai primeiro, sempre primeiro, e eu venho atrás. Eu vou alcançar ele. Sempre alcanço. Sempre alcancei. (pág. 42)

Ao longo de diferentes lugares pelos quais passam, Saba passa por situações que exigirá coragem, inteligência, e vontade de seguir em frente. Ao longo dessa jornada amigos serão formados, alianças improváveis e novos sentimentos serão descobertos, assim como algumas descobertas sobre a real situação do local em que vivem.

Por que raptaram o Lugh? Por que ele é tão importante? Quem o pegou? Por que não levaram Saba junto, já que ela é gêmea dele? Essas são algumas questões que a protagonista faz e ao longo da narrativa descobrimos as respostas junto com ela.

Gostei muito da Saba, não tem como não se emocionar diante da sua luta para ir atrás do seu irmão. O amor entre os dois é algo tão puro, tão fraternal e tão intenso, pelo menos da parte dela. Ela é o tipo de pessoa que morreria pelo Lugh. No início podemos achar que ela é uma mera sombra do irmão, mas quando ela se vê sem ele, vemos que ela é muito mais do que isso. Força e determinação são características que ela tem de sobra. 

Entretanto, em alguns momentos ela me irritou um pouco, devido a sua ingratidão em algumas passagens, mesmo que eu entenda o ponto de vista dela, e sua relação com a sua irmã mais nova, a Emmi. Saba culpa Emmi por causa da morte da mãe delas, já que ela morreu ao dar a luz à criança. Devido a isso a Saba muitas vezes a trata mal e com ignorância. A Emmi por sinal é uma criança incrível e muito inteligente. Ela é cabeça-dura assim como a Saba, mas em diversos momentos a sua mente ágil foi crucial para a Saba sair de alguns apuros. É interessante ver o desenvolvimento da relação das duas, mesmo que seja bem lento.

Os personagens secundários são extremamente bem construídos, cada um será importante na jornada da Saba e cada um tem o seu próprio motivo para querer ajudá-la. Quem mais me encantou foi o Jack e o seu jeito de implicar com a Saba, ele é extremamente corajoso e já sofreu bastante em sua vida, mas não recuou diante dos perigos. 

Caminhos de Sangue é um livro que mostra até onde a ambição dos governantes para controlar os habitantes de uma cidade pode ir e as consequências que isso pode trazer. Mostra pessoas sendo controladas e sem vontade própria para se libertarem. Também é um livro que mostra as diferentes faces da pobreza, da seca, e da fome. Acho que esses foram os pontos que se assemelha um pouco a uma distopia e justifica um pouco a chamada na capa "Forte... Perfeito para os fãs de Jogos Vorazes". No entanto, é um livro que fala principalmente sobre determinação e coragem, até onde a gente pode ir e o quanto a gente pode se submeter para ir atrás daquilo que a gente quer e acredita.

A diagramação do livro está muito bonita. O livro é dividido em algumas partes que mostra cada lugar que o grupo de Saba passará na busca pelo Lugh. A cada início dessas partes há um desenho de um corvo. Assim como as divisões dentro dos capítulos são feitas desenhos de corvos. E não se engane, o corvo tem um papel principal nessa história, já que a Saba tem como animal de estimação um corvo chamado Nero que é muito inteligente. Sério, digo isso com toda a certeza, ele é um dos melhores personagens da história. Fora isso, a fonte é de tamanho confortável e não encontrei erros de digitação. Parabéns pela editora Intrínseca pelo ótimo trabalho.


Talvez quem leia esse livro e nunca tenha lido alguma resenha ou ouvido falar dele talvez sinta uma estranheza na leitura. Mesmo eu já sabendo desse detalhe senti um certo incômodo no início, mas me vi tão envolvida pela história que após um determinado momento já não me incomodava mais. Caminhos de Sangue tem uma narrativa um pouco diferente. Ele é narrado em primeira pessoa pela Saba, e como ela não estudou e vivem em um lugar sem muita edução, o livro é escrito no modo como ela fala: vamos encontrar palavras como "sabeno", "veno", "seno" ao longo da narrativa. Além disso, as falas não são determinadas pelos travessões, ou seja, tem uma fala e logo depois o que essa pessoa tá fazendo.

"Num diga isso, ele fala. Nunca diga isso. Você é alguma coisa, Saba. Uma coisa boa e forte e verdadeira. Com ou sem ele." (pág. 203)

Como eu disse no post do TBR Book Jar, em que sorteei esse livro. A editora Intrínseca não pretende traduzir os outros volumes. Acredito que não tenha sido um livro que não fez muito sucesso. Entretanto, após ler a história, mesmo assim eu o recomendo. Apesar de fazer parte de uma série, esse primeiro livro tem um enredo bem fechado. Mesmo com um gancho para o próximo volume, você não fica desesperado quando acaba. Dessa forma, dá para ler apenas o primeiro volume tranquilamente, logicamente que você fica curioso para saber o que acontece depois. Eu baixei a amostra do segundo livro no Kobo em inglês e vou tentar ver se consigo ler e ver se vale a pena comprar o e-book do segundo volume.

Recomendo o livro a todos que gostam de livros com protagonista forte e determinada e que mostre a importância do amor e de lutar por aquilo que se quer. 




Essa resenha atende ao:
*2015 Reading Challenge - Tema 41: Um livro de um autor que você nunca leu antes







54 comentários:

  1. Oi Rafaella!
    Li Caminhos de Sangue faz tanto tempo que até deu uma sensação de nostalgia lendo a tua resenha! ASUHASUHASUHASUHUHAS
    Preciso dizer que discordo sobre a Saba, porque pra mim ela foi uma das protagonistas mais mimizentas e irritantes que já li. Toda a motivação dela em encontrar o irmão me soou muito aficionada, sabe? Do tipo 'eu morreria por ele' não saudável. Tudo que ela faz pra resgatar o irmão é uma dedicação muito ruim, não ajudou a crescer a personagem, só piorou ela. E a maneira horrível com que ela tratava a irmãzinha me deixou p da vida. O Jack era bom demais pra ela u__u
    A narrativa do livro me deixou muito AJKSBFIASBGIAB no começo porque era tããão estranho ler os verbos conjugados daquele jeito. E eu tenho problemas com discursos indiretos. Mas com o passar da trama a gente se acostuma né? Em determinado ponto da história eu nem prestava mais atenção nisso. A autora soube trabalhar muito bem esse detalhe.
    Sua resenha ficou excelente, flor! Adorei *-*
    Uma pena a Intrínseca ter desistido da série :/ queria muito ler o resto dela.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, como eu disse, no início eu achei a Saba uma sombra do Lugh, mas depois fui me acostumando com o jeito dela e achei bem louvável da parte dela sofrer tudo o que sofreu para salvar o Lugh. Claro que as vezes ela me irritou bastante, principalmente pelo medo como tratava a Emmi, duvido que ela faria isso por ela.

      Enfim, gostei de saber a sua opinião a respeito da história e é realmente uma pena a editora ter desistido da série. Pelo que eu li o segundo volume fala bastante do Jack e descobrimos muito sobre ele. E sério, o Jack é <3

      Obrigada pela visita!! Beijinhos!!

      Excluir
  2. Oi amiga, tudo bom?

    Tenho esse livro, mas está há tanto tempo parado que tinha perdido a vontade de lê-lo, acredita? Mas a sua resenha fez despertar a vontade outra vez. Quero muito fazer uma TBR Jar para ir diminuindo a pilha dos meus não lidos, espero gostar tanto quanto você!

    Beijos,
    http://www.estantedarob.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu como fã de Jogos Vorazes sei bem como é amar uma personagem por sua força e determinação, mas em certos momentos querer esganá-la pelo pescoço e falar um sonoro ACORDA PRA VIDA, PORRA! hahahaha sua resenha foi ótima, mas o livro em si não me encantou muito, ainda mais por saber que AA falas não são dividias por travessão (tenho muita dificuldade em me apegar à livro assim).

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro, Rafaella, mas achei bem interessante sua resenha sobre ele. O que me desanimou um pouco foi saber que o livro faz parte de uma série e que a editora não vai lançar os outros livros aqui. Fico com medo de ler, gostar e não ter a sequencia.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Todos sempre falam desse livro, mas não cheguei a ler, confesso que nem tenho vontade. Estou meio saturada de distopias. Mas gostei bastante da dica de livro, parece ser mesmo bacana.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Minha irmã não coleciona livros, então ela compra, lê e depois me dá de presente, esse ela me deu há quase um ano, eu amo distopias, mas ainda não consegui ler esse livro, bem que tentei e vou conseguir, mas a culpa é da minha irmã que não gostou dele e me falou muito mal, mas quem sabe agora não mudo de ideia, só lendo para saber né.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li o livro, mas ele me agradou, por ter uma personagem cheia de personalidade, fazendo com que o leitor a ame mais ainda! Além disso, eu gostei também pelo fato do livro envolver mistério, deixando a leitura ainda mais agradável! O que me desanimou, foi saber que apenas o primeiro livro está em português, porque eu, infelizmente, não sei ler em inglês. </3

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Nossa , nao conhecia o livro nem o autor.
    ameeeeeeeeeeei a capa!
    Quero ler o livro!!!! <3
    Beijao
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  9. Caraca, que resenha bem construída! Parabéns! Eu adoro histórias de gêmeos, e essa, mesmo que os gêmeos estejam separados, não deixou de me atrair.

    Gostei de saber que a história abordava ou melhor focava em temas tão humanos como determinação e amo distopias, mesmo você não deixando claro se, de fato, o livro é ou não uma distopia :/

    Agora, depois de você ter citado que as algumas falas são... ah, como eu digo, "erradas", eu desanimei totalmente. Acho que não conseguiria ler sem me irritar, mesmo a personagem falando desse jeito porque foi o que a autora quis passar. E também como a continuação não será publicado, não lerei já que não tenho o inglês fluente para ler a versão estrangeira.

    Mas que a capa desse livro é incrível, é!

    Bjs.

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Amei a sinopse e amei a resenha. Essa capa é tão chamativa que sei lá haha Ce adicionou um livro na minha wishlist.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Rafa, tudo bem?
    Não conhecia o livro e realmente essa é a primeira vez que escuto falar dele. Apesar de ter achado a premissa desse livro bem interessante eu não me animo a ler por saber que os outros livros não serão lançados.
    A Saba deve realmente irritar nessas partes em que ela trata a irmã mal, afinal que culpa a coitada tem?

    Beijão ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  12. Distopia é um gênero que não me chama muito atenção por vezes me parece soturno e aborrecido mas sua resenha é muito boa e bem construída com bastante detalhes parabéns

    ResponderExcluir
  13. Menina, não conhecia o livro e gostei da sua resenha. Interessante saber o motivo de você ter se irritado com Saba, pois me pareceu bem humanizada, distantes daqueles livros que objetificam os personagens centrais na perfeição do mundo todos.


    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Rafa, que pena que os outros volumes não serão feitos :/
    Achei a capa e a história bem interessante. A imagem do corvo é linda!
    Só achei estranho as falas não serem separadas dos "atos" por travessões. Uma vez ou outra até vai, mas pelo que eu pude perceber é sempre.
    Bjs

    Www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Já é a segunda resenha que leio do livro e ambas falaram bem, mas ainda não sei se dou uma chance. Com certeza e sua resenha deixou claro é um boa leitura. Vou pesquisar mais um pouco :D
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, Rafa.
    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro antes, mas gostei do enredo. A diagramação e a capa são muito bonitas. Mas o modo como é narrado não me agradou nem um pouco. Sei lá... Por mais que a personagem não tenha tido estudo, os erros de português vão me deixar louca, tenho certeza. Vou ficar gritando com o livro, tentando corrigi-lo, kkkk.
    O que mais me atraiu na história foi a proximidade com o irmão. Eu tenho um irmão 11 anos mais novo que eu e eu entendo completamente a necessidade que ela tem em salvá-lo, e imagina que eles são gêmeos! E também fiquei curiosa para saber o motivo do rapto.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Oi Rafaella, vi que você gostou do livro, e me chamou a atenção, mas foi a primeira resenha que li dele. Gosto quando os outros personagens da história também são interessantes.

    Beeijo, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá, Rafaella.

    Já tinha ouvido falar desse livro, mas nem sabia do que se tratava. Fiquei bem curiosa com a leitura depois da sua resenha. Gosto demais de personagens fortes e achei muito interessante o nome de nossa protagonista: Saba. o/
    Adorei isso dela ter um Corvo de animal de estimação. Espero em breve fazer essa leitura.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Top Comentarista - After 1 e 2

    ResponderExcluir
  19. Olá! Que fofa a Saba! Me deixou curiosa pelo livro! Sério!!!! gosto de histórias de superação. São sempre um aprendizado! =D Uma pena não traduzir os outros... Tomara que mudem de ideia!

    Um abraço!
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  20. Olá
    Não conhecia o livro mas parece ser bem curioso, normalmente livros que contém personagens e protagonistas fortes me atraem muito, quem sabe eu não arrisque a ler?
    Ótima resenha

    Beijos
    Catharina
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Feliz Páááscoa

    ResponderExcluir
  21. Olá, eu amooooo distopias. E estou com este livro na minha estante faz um tempinho. Estou adiando a leitura por não ter previsão de lançamento da continuação. haha. Medo de gostar e ficar sofrendo. Gostei de saber um pouco mais, adorei a resenha.

    beijos!

    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Rafa, tudo bem?
    Não conhecia o livro e gosto muito de personagens determinados.
    Achei legal esse desenvolvimento do relacionamento entre irmãs, apesar da Emmi não ter culpa pelo que aconteceu. Provavelmente não lerei pois como faz parte de uma série acho que ficaria meio louca pelos próximos caso goste muito.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  23. Olá tudo bem?
    Achei a premissa do livro, a saga de uma menina para encontrar seu irmão raptado, muito boa mesmo. Gosto de livros assim que despertam a nossa mente para refletir sobre vários assuntos. Uma pena que a editora não vai continuar a traduzir a série, com certeza seria uma das que eu leria com bastante vontade. Bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oie, Rafa!
    Caraca. Eu me interessei tanto pela premissa... Não acredito que não vão publicar os outros. Mesmo que a trama seja fechada, como você bem falou, eu ia querer os outros. Na minha visão de leitora, acho que quando uma editora se compromete a publicar o primeiro livro de uma saga, deve publicar o restante também. Mas como você disse, o livro pode não ter feito tanto sucesso e publicar o restante podia deixá-los no prejuízo... Enfim, vou ler. Qualquer coisa, se gostar muito como acho que vou, leio em inglês. É meio chatinho, mas ajuda a desenvolver legal o idioma.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando: livre-se você também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Celly, pois é, eu concordo com você, já que a editora publica um, deveria publicar o restante. Mas infelizmente as coisas são movida ao lucro e publicar um livro custa muito caro, então, se a editora já sabe que não vai ter um lucro ela acaba decidindo não investir nesse livro, e procura outro que sabe que será melhor aceito. Infelizmente é assim que acontece :/

      Excluir
  25. Olá flor. Gostei muito da sua resenha querida.
    Principalmente por saber que a personagem é forte e determinada. Mas é uma pena a editora ter desistido de lançar os outros. É uma decepção quando isso acontece, infelizmente isso anda acontecendo muito ultimamente. Mas espero ter a oportunidade de ler a obra ainda.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir
  26. Apesar de o tema ser um tanto batido, gosto bastante da ideia de conhecer o desenvolvimento da protagonista durante a narrativa. A diagramação tá linda, realmente, e eu fiquei bem curiosa para saber a resposta de todas as perguntas com a qual a garota se depara. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  27. Sim, eu já sabia dessa questão de ser escrito como a Saba fala, isso seria um desafio pra mim... A falta dos travessões então, nem comento... hehe... mesmo assim, a história me atrai. Mas isso da editora ter decidido não traduzir os próximos volumes, mesmo com o enredo desse livro bem fechado, me fez desistir da leitura. Não tenho costume de ler em inglês, e fico pensando que se em inglês usaram a linguagem como usaram na tradução, aí que eu nunca conseguiria entender nada mesmo... rs...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  28. adoro personagens determinados mas sou bem chata quanto a isso pq tem vezes que o personagem acaba ficando bem chatinho,mas gostei da resenha. talvez fosse um livro que eu leria.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  29. Bem, a história parece ser bem legal, os 4 cavaleiros tem alguma relação com o apocalipse ou não?!?
    Não curti muito de colocarem a propaganda de Jogos Vorazes, acredito que um livro tem que fazer sucesso por si mesmo e não por ser similar a outro.
    Tirando isso é uma tristeza a editora não lançar os próximos livros da série, creio que não lerei por conta disso.

    ResponderExcluir
  30. Oi Rafaella
    Eu não conhecia esse livro e nem sabia nada sobre ele, a história parece ser boa, mas mesmo assim eu nao sei se leria, primeiro: sou muito chata com o portugues, mesmo sendo proposital tenho certeza que me irritaria e muito. E segundo: como pode ser confuso um livro nao separar as falas da narração?

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  31. Uau
    Não sou chegada a sagas/séries mas essa parece fugir de tudo que eu já li antes
    Não é tão fácil assim achar histórias com mulheres protagonistas, ainda mais uma mulher que aparenta ser tão forte e determinada como Saba
    Já "desgostei" um pouco dela pela atitude com Emmi, mas né... vai saber o que EU faria caso uma coisa dessas acontecesse comigo rs
    Poxa, que pena que a Intrínseca não pretende traduzir os outros :( será que outra editora "pega" os outros ou fica sem tradução, mesmo?
    Enfim, resenha bacana
    Beijos

    ResponderExcluir
  32. caramba tu leu bem rapidinho hein? rs ai gostei bastante do livro, pela resenha ele deve ser bom

    ResponderExcluir
  33. Oi Rafinha, sua linda, tudo bem?
    Achei super interessante colocarem a escrita do livro da forma como a personagem fala, diferente e deu um toque de realidade, já que parece que ela não foi alfabetizada totalmente. O que mais chamou minha atenção foi a temática desse livro, questões como opressão, pessoas que não lutam por mudanças e de repente, uma voz nova. Realmente, lembra um pouquinho de Jogos Vorazes. Ele tinha tudo para eu ler e adorar, mas como é uma série que não será publicada aqui, infelizmente, não vou comprar. Se algum dia ele aparecer nas minhas mãos, risos.., aí eu leio.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Oi, tudo bem?
    Eu amo a Intrínseca e seus títulos, mas essa manina que ela tem de não dar continuidade as séries é irritante, rs. Nunca tinha lido uma resenha desse livro, e só pela capa e título, pensei que era um sobrenatural. Fiquei surpresa de ver que é uma distopia.
    Me pareceu um bom livro, gosto de histórias que envolvam questões familiares, e como irmã mais velha super apegada aos caçulas, eu sei que também faria o possível e impossível para encontrar meus irmãos. E por isso mesmo fiquei incomodada com a protagonista, por culpar a irmã de ter matado a mãe no parto. Insensível e cretino da parte dela
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  35. Olá Rafa, apesar do livro parece ser muito bom não acho que pretendo lê-lo, odeio quando pego uma serie para ler e descubro que a editora não pretende publicar a continuação e eu já tenho minha cota de livros aqui em casa que não teremos a continuação publicada tão cedo por aqui Ç.Ç

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  36. Olá, Rafa!
    Amei sua resenha! A Saba parece ser o tipo de personagem apaixonante, daqueles que você sente como se fosse real, apesar de as vezes ter te irritado. Pena que a Intrínseca não dará continuidade a série, mas esse livro seria um que eu leria com certeza.
    Abraços

    www.estantejovem.com.br

    ResponderExcluir
  37. Oii, tudo bem?
    Ficou muito boa sua resenha, bem descritiva, a história parece ser bem legal, eu adorei a descrição fisica do livro, as paginas, ilustração de inicio de capitulo. Deve ser um livro minto bom pois você deu quatro estelas.

    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  38. Oi, Raffa!
    Eu lembro quando você disse no outro post que a sequencia não seria publicada aqui. Acho tão chato isso, e realmente uma pena, já que a história parece ser tão boa.
    Não vou ler, já que não terá a sequencia.

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  39. Oi Raffa, tudo bem?

    Eu lembro que me interessei por esse livro e adoro quando os personagens secundários são secundários, mas quando descobri que não teria tradução dos outros livros me desanimei. Pela sua resenha, mesmo você tendo gostado, o livro não me chama mais a atenção e sem contar que a protagonista é um pouca chatinha né? Mas parabéns pela resenha e boa sorte na leitura em inglês

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  40. Então né, o livro até parece ser interessante , mas no inglês eu passo longe rsrs Desanima saber disso .. Além do mais tô tentando evitar séries por enquanto , já que o tempo está muito curto e eu sou muito curiosa rsrs AAAaaa e eu amei essa capa <3

    ResponderExcluir
  41. Oi Rafa,

    Adorei a resenha que apresenta a história que parece ser muito interessante por trazer temas para reflexão, mas decididamente não lerei, pois ler algo que se sabe que tem continuidade e que não teremos como seguir porque não será mais publicado, realmente para mim não dá.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  42. Oi Rafa, tudo bem?

    Gostei dessa mensagem central do livro sobre a ambição. É algo bem real, né? Infelizmente. O livro parece ser interessante, mas não é uma leitura que eu faria por agora. Essa é uma série que a intrinseca parou de publicar, né?

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  43. O que eu percebi é que antes de Lugh ser sequestrado, ele era tipo o porto seguro dela, ela era apenas como alguém dependente dele. Não sei explicar bem, mas é por aí. hehe Ao sair em busca dele parece que ela enfim constrói a sua personalidade e se torna independente. Parece ser uma boa história, mas não conseguiu me cativar. Não sei se por não ter gostado de Saba logo de cara...
    É uma opção ler a continuação em inglês, né. :/ A editora deveria ter publicado os outros volumes. Bem chato isso.

    ResponderExcluir
  44. Oi. Antes mesmo de você mencionar sobre Jogos Vorazes, eu já fiz a comparação na minha cabeça, hahaha. Acho que é justamente devido à personagem. Adoro personagens fortes, especialmente se são mulheres, pois é ótimo saber que há escritores que tendem a trabalhar com a representatividade de modo inteligente. Tenho certeza de que, se eu tivesse dinheiro no momento, eu iria comprar esse livro! *-*

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  45. Oi Rafa, tudo bem?

    Eu adorei a sua resenha viu... achei a premissa do livro tudo aquilo que eu imaginei o que poderia ser... Saba realmente parece uma personagem forte, intensa e esperta mesmo com toda aquela dificuldade da pobreza. Mas mesmo assim não vou ler o livro... sempre vou ficar com a sensação do que poderia ter acontecido nos próximos livros... xero!!!!

    ResponderExcluir
  46. Que bom que você gostou do livro, foi a primeira resenha que li dele. Gosto quando os outros personagens da história também são interessantes e não apenas o protagonista.

    ResponderExcluir
  47. Oi Rafa!
    Li esse livro a um tempo já, e adorei!
    Todos os desafios que os personagens enfrentam, ver as dificuldades através do olhar de Saba foi muito interessante. Foi um livro diferente de muitas coisas que jjá li e me deixou tocada.
    Quero muito ler os próximos da série, que nunca saberemos quando será lançado pelo visto.
    ótima resenha :)
    Beijos

    Paradise Books

    ResponderExcluir
  48. Rafa, preciso confessar que tenho toc com séries inacabadas. Essa não o primeiro livro que eu quero muito ler, mas deixo de lado por saber que a editora não lançara a continuação. O plot é ótimo e a diagramação esta linda demais *o*

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  49. Gostei mais da sua resenha, do que das dos Jogos vorazes e etc. kkkkk
    Esse parece ser mais fraternal, mais amor e união, mesmo com problemas, desencontros e tal.
    A Saba parece ser bem querida, corajosa e que nào deesiste dos seus sonhos, mesmo quando tudo parece está perdido.
    Pelo que vi de sua resenha, o livro tem esperança.
    Eu não curto mto distopias, então, esse já é mais meu tipo kk
    vou procurar pra ler sim, espero que a Intrínseca mude de ideia e publica a série completa né?
    bjos
    Ana

    ResponderExcluir
  50. Ah, ficaria totalmente perdida com essa leitura.
    Ia me dar agonia esses erros gramaticais, kkkkkkkkk
    Bj!
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  51. Ai nem, felizmente esse livro em nada me interessa. Senão eu ficaria louca em não poder ler a continuação. Odeio histórias em que o começo é complicado. Aja cabeça. Apesar de que eu gosto de protagonistas com personalidade.

    ResponderExcluir
  52. Oiee
    Gostei do livro ter um Q distópico,e a história parece ter muita ação.Tirando o fato de que não vai haver continuações por aqui e eu vou morrer de curiosidade pra saber o que acontece nos próximos livros a história me chamou muita atenção.Até esses "erros" na fala dela eu achei bacana,dá meio que uma realidade a história.E esses inícios de capítulos estão lindos.
    beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...