Resenha #63 - O Iluminado (Stephen King)

| |


Título original: The Shining
Editora: Suma de Letras
Ano: 2012
Tradução: Betty Ramos de Albuquerque
Páginas: 463


Danny Torrance não é um menino comum. É capaz de ouvir pensamentos e transportar-se no tempo. Danny é iluminado. Será uma maldição ou uma bênção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook.                                                                                                                                                
Em O iluminado, quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador no velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se das convulsões que assustam a família.                                                                                                 
Só que o Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu-se de enterrar velhos ódios e de cicatrizar antigas feridas, e espíritos malignos ainda residem nos corredores. O hotel é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. É uma sentença de morte. E somente os poderes de Danny podem fazer frente à disseminação do mal.


Durante o mês de outubro eu tinha me propus a fazer um especial de terror aqui no blog, e trazer resenhas dos livros do gênero. Minha primeira leitura do mês e também o meu primeiro livro do Stephen King foi o clássico "O Iluminado". A resenha já era para ter saído há mais tempo, mas devido a alguns problemas, acabei adiando, mas hoje eu trago minha opinião sobre esse livro e os mistérios do Hotel Overlook. 

Seja bem vindo ao Hotel Overlook, 
mas será que você conseguirá sair vivo depois de sua hospedagem?


Jack Torrence teve alguns problemas com bebida no passado e por isso viu-se desempregado, em uma situação difícil com sua mulher Wendy e seu filho Danny. Entretanto, as coisas parecem ter melhorado com a sua contratação como zelador do Hotel Overlook, no período fora de temporada, em que ele fica fechado para os hóspedes. Uma oportunidade de reintegrar sua família, e promover um bom ambiente para seu filho, que vive tendo ataques estranhos. 

Em O Iluminado acompanhamos a vida dessa família, durante o período em que Jack será zelador no hotel, ao mesmo tempo que iremos desvendar seu passado e entender o que o colocou nessa situação em que está vivendo. Danny não é uma criança comum: ele ouve, vê, e sabe de coisas que mais ninguém sabe. E o hotel Overlook não é o local ideal para uma criança Iluminada que nem ele.

" - O que você tem, filho, eu chamo de luz interior, a Bíblia chama de visões, e há cientistas que chamam de premonição. Já li sobre isso, filho. Já estudei. Tudo isso significa ver o futuro. Entende?"

Sabemos que esse é um dos clássicos de terror mais conhecido, mas Stephen King fez mais do que isso. Ele combinou passado e presente, a verdade e a alucinação, e nos fez ter uma visão completa da mente desses três personagens. Todas nesse livro encontra-se entrelaçado. Em alguns momentos eu me perguntei se determinada situação estava acontecendo de verdade, ou se era mais alguma peça que uma mente perturbada pode provocar. 

Acredito que mais do que o Danny com sua Iluminação, o Hotel Overlook é o verdadeiro protagonista dessa história. Ele não é um hotel comum, ele tem vida, com suas verdadeiras emoções e revoltas. Pronto para revidar tudo o que aconteceu em suas paredes no passado. Toda o poder, arrogância, operações ilegais, ganância, estranhadas nas suas paredes, tudo pronto para ser despejado.

" - Bem, é assim que as coisas são neste hotel. Não sei por que, mas parece que todas as coisas ruins que já aconteceram aqui ainda tem pedacinhos espalhados, como pedacinhos de unha cortada ou melecas que alguém muito porco limpou debaixo de uma cadeira."

Vozes sussurradas, ecos do passado de hóspedes ilustres, quartos proibidos, arbustos em forma de animais que você nunca irá olhar da mesma maneira. A história do Hotel se entrelaça aos dos personagens, e você se vê presa a ele, sem chance de poder escapar. Em algumas cenas eu me vi dentro do Hotel, vivenciando tudo aquilo. E algumas são de arrepiar.

" No Overlook, tudo tinha uma espécie de vida. Era com se algo tivesse dado corda no lugar todo, com uma chave de prata. O relógio batia. O relógio batia."

Danny é uma criança admirável, corajosa e que sofre com o dom que tem. Ou seria uma maldição!? Em vários momentos ele não parece uma criança de 5 anos, mas um senhor experiente que já passou pelas mais horrendas experiências, e a forma como ele lida com cada uma é incrível. Em outros percebe-se sua verdadeira idade, o medo que ele sente com tudo o que está acontecendo.

Jack é um homem com um passado conturbado. Ele ama seu filho, um amor tão grande e profundo, mas que não o impede de cometer algumas atitudes agressivas. Em vários momentos eu me vi o odiando pelas atitudes que tomava, mas em outros eu via o quanto o hotel agia sobre sua mente, formando um verdadeiro caos psicológico que ele próprio não conseguia dar conta. A mãe, Wendy, se vê envolta em todo esse caos, e tem que lidar com seus próprios medos e o dever de proteger sua família, e eu a admirei pela forma como ele tentou ser o modelo de normalidade que eles precisavam, mas o Hotel também não foi benevolente com ela.

"E, por trás de cada máscara brilhante e linda, o rosto, até então escondido, com a forma do que o perseguia nos corredores escuros, os olhos vermelhos e grandes, vagos e homicidas."

O Iluminado é um livro incrível, e acho que foi uma boa escolha para minha primeira leitura do autor. Não achei tão assustador quanto pensei que seria, mas algumas cenas são realmente assustadoras e muito palpáveis. A forma como o autor as descreve, com um nível de detalhes incríveis, contribui bastante para isso. Ele te prepara para o medo. A narração em terceira pessoa dá para ter uma visão bastante ampla da história e de tudo que acontece na mente dos personagens e na "mente" do próprio hotel.

A diagramação está simples, mas muito bem feita. Não lembro de ter encontrado erros de revisão, mas mesmo se tivesse encontrado, o livro é tão envolvente que você sequer se dá conta. Dividido em cinco partes, mostrando as diferentes fases que a família Torrence passou no hotel.

Prepare-se para entrar nesse hotel e você não será a mesma pessoa ao sair dele. Venha conhecer os segredos mais obscuros guardados nessas paredes e conferir esse livro que é mais do que um terror, é um livro que desvenda o psicológico e o que os desejos mais profundos da humanidade pode causar. 


"Era um som vivo, mas não eram vozes, nem respiração. [...] Mas para Danny isto era apenas o som do hotel, o velho monstro, estalando e cada vez fechando mais o cerco em volta deles: corredores escolhendo em tempo e distância, sombras famintas, hóspedes inquietos que não descansavam em paz."



Essa resenha atende ao:
*Desafio Literário Skoob 2015 - Outubro: Terror
*2015 Reading Challenge - Tema 22. Um livro que te assusta





10 comentários:

  1. O Iluminado é um livro bastante comentado de Stephen King e tenho bastante vontade de ler essa obra, que pela sua resenha e outras, é muito envolvente.
    Ver um hotel ganhar vida no presente por acontecimentos do passado é sem dúvidas interessante, pois gosto de ver passado e presente se entrelaçando nas histórias.
    Danny e sua família parecem ser personagens ótimos e estou curiosa para saber como o hotel mexe com cada um deles.
    Adorei a resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Sempre quis ler alguma obra do King... podia ser essa! MAS TEM TANTAS! ushahuasuhasu Adorei sua resenha *-*

    /Beijocas da Saroca!
    Visite o Interesses Sutis!

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafaella, tudo bem?
    Adoro os livros do King, mesmo tendo muito medo de livros de terror. Mas sou muito curiosa para ler O Iluminado, que tem uma premissa incrível, mas sei que vou tremer de medo ao ler, rs. Adorei a resenha.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  4. eu acho esse autor demais, só que estou começando a ler livros de terror agra e acho que esse é muito forte pra mim que esta começando a ler agra.

    ResponderExcluir
  5. Tantos clássicos de terror nesse mês e eu não consigo me interessar por nenhum. Como faz? Mas passarei a indicação adiante, pode deixar

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem!?
    Eu adoro o tio Stephen e sou doida para ler esse livro, porque só vi a minisserie... Só que to numa vibe muito amorzinho, tanto que até desisti de fazer a semana de terror lá no blog, então não leria ele por agora, mas um dia... Ahhhh, ele não me escapa!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  7. Já vi algumas cenas do filme,parece ser supimpa. Tenho muita vontade ler o Stephen King,já leu Misery? Sou louco pra começar por Misery.

    ResponderExcluir
  8. O iluminado é para mim um dos melhores livros e filmes que já li e assisti. Sou muito suspeita para falar algo. Mas fico feliz que mais alguém leu e gostou.

    ResponderExcluir
  9. Olá

    Já vi alguymas cenas do filme, já li outras resenhas também, minha amiga já me deu spoiler, mas não adianta eu não tenho coragem de ler o livro ou assistir o filme, sou meio fraca pra livros e filmes de terror.

    Bjss

    ResponderExcluir
  10. Olá, Rafa. Falam muito bem do filme "O Iluminado", porém eu não gostei muito, para mim não fez jus ao que falam. Vou tentar ler o livro para ver se consigo gostar mais da história e quem sabe futuramente, rever o filme.
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...