Resenha #60 - Um Novo Amanhecer (Cinthia Freire)

| |



Editora: Novo Século (Talentos da Literatura Brasileira)
Ano: 2014
Páginas: 376


Giulia está arrasada! seu namoro chegou ao fim e ela não sabe o que fazer.
Leo está confuso e com medo, seu tempo está acabando e ele não quer magoar sua namorada.
Zyon é um anjo perdido e apesar de saber que está em uma missão na Terra, ele não tem ideia exatamente do que o aguarda.
Em uma tarde chuvosa o caminho dos três se cruzam de forma trágica e comovente.
UMA GAROTA APAIXONADA
UM RAPAZ DOENTE
UM ANJO PERDIDO
Eles serão capazes de lidar com a força do verdadeiro amor?


A história de Um Novo Amanhecer começa com Giulia aos 15 anos. Ela começou em uma escola nova, e encontra-se perdida. Teve que deixar suas amigas e está em um ambiente totalmente novo. Entretanto, como um lindo cavalheiro, Leonardo aparece e indica qual será sua classe e a partir daí, eles começam a desenvolver uma bela amizade, que depois irá evoluir para algo mais.

Nesse primeiro momento, iremos conhecer Giulia e Leo e vermos toda a magia do primeiro amor. As descobertas, a insegurança, os ciúmes. Essa primeira parte da história é bem suave. Entretanto, apesar de ser fofo o romance dos dois, achei a Giulia em alguns momentos bem ciumenta e com algumas atitudes de posse que me irritaram bastante, além do mais, ela é bem chorona, muitas vezes sem necessidade. Já o Leo é um menino sempre alegre, popular e que adora andar de skate, porém, é péssimo nisso.



Entretanto, após três anos, algumas coisas mudam. O namoro dos sonhos está balançado, Leo está doente, uma doença bastante grave e não quer magoar Giulia, nem impedi-la de viver plenamente. E como se isso não bastasse, um anjo caído aparece na Terra e, perdido, ele está em uma missão bem importante. O destino dos três irá se entrelaçar das mais diferentes formas.

"O que é importante vem da simplicidade do coração. Não precisa exibir, a gente sente."

A história é extremamente fluída e envolvente, mas em alguns momentos, bem dolorosa. Por várias vezes meu coração ficou na mão pelo sofrimento do Leo, causado pela sua doença. Ver que a cada momento ele ia ficando mais frágil, mais debilitado, e deixando de ser aquele menino alegre e ativo, ia me entristecendo. Entretanto, ele nunca se fez de vítima, sempre tentando permanecer forte por Giulia e pela sua família. Já a Giulia, continua bastante chorona, mas dá para entender o sofrimento pela qual ela passa. Porque, apesar de não ser ela quem está doente, ela tem que conviver com essa realidade todos os dias, e saber que alguém que ela ama está sofrendo. O amor desses dois foi a coisa mais pura e bonita que eu já li. E embora eu tenha tentado me colocar várias vezes no lugar de Giulia, eu não sei se conseguiria aguentar tudo, e achei ela bem forte por causa disso.

Já Zyon, o anjo perdido, terá que aprender a conviver com os humanos e seu grande leque de emoções, enquanto tenta descobrir qual é a missão que ele terá que realizar e quando poderá voltar para seu lugar. Ao longo dos dias, veremos que ele terá que aprender a lidar com os próprios sentimentos que ele vai passar a sentir e o quanto isso irá mudar suas perspectivas em relação aos humanos. 

Com uma narrativa em primeira pessoa, por Giulia e Zyon e em alguns momentos por Leo, passamos a entender melhor esses personagens e como a vida deles irá se encontrar. Eu sofri muito com o Leo e a cada página, torci para ele se recuperar e pela Giulia poder ter uma adolescência normal. Mas de longe, o personagem que me ganhou foi o Zyon e suas descobertas. Esse é um livro que fala de amor na sua forma mais pura, daquele que não pede nada em troca e a doação de um ser humano pelo outro, mostra que quando amamos realmente uma pessoa fazemos de tudo por ela. É um livro que também mostra como nossos sentimentos pode definir quem somos. 

Na primeira parte eu não estava me animando tanto com a leitura, e achava que seria um livro bem mediano. Mas a partir da segunda parte é impossível largá-lo e deixar de torcer pelos personagens e sofrer com eles, e me vi devorando a história em todos os momentos que pude. Boa parte da leitura foi realizada no trajeto para o trabalho e não pude ter uma melhor companhia. A autora não cansa de nos surpreender, e o que falar sobre o final? Eu amei, mas ao mesmo tempo, me deixou triste. É um livro que nos faz experimentar os mais diferentes sentimentos.

" - É como ver o nascer do dia, o resplendor do amanhecer e a grandiosidade do Sol iluminando cada canto e afastando as sombras da noite fria. É assim que me sinto, iluminado pelo Sol que aquece meu peito. Toda vez em que a vejo, um novo amanhecer surge dentro de mim."

A diagramação está linda e delicada, folhas amareladas e fonte em um bom tamanho. O dente-de-leão a cada início de capítulo tem um significado bem importante na história. Entretanto, a revisão deixa a desejar, e o livro merecia um melhor capricho quanto a isso, mas a narrativa deliciosa da autora nos faz relevar esse pequeno problema.

Pude conhecer a Cinthia na Bienal e ela é super fofa. Entretanto, apesar dessa ter sido minha leitura atual no dia em que fui ao evento, eu acabei tirando-o da mochila, dessa forma perdi a oportunidade de autografa-lo, mas com certeza haverá outras oportunidades. 
















22 comentários:

  1. Não conhecia esse livro ou a autora, e apesar de a sinopse não ter me empolgado, sua resenha me deixou com muita vontade de ler Um Novo Amanhecer.
    O livro tem uma premissa interessante e parece prometer - e com sua resenha, aparentemente cumprir - , uma verdadeira avalanche de sentimentos para o leitor. Alegria, tristeza e dor. Acho que ficarei morrendo de vontade de abraçar Leo e desejar que a doença que o atinge não passe de um pesadelo e que Giulia não precise conviver com a dor de estar perdendo pouco a pouco alguém que ama.
    Não sei dizer se choraria com a história, mas capacidade para isso ela tem.
    Zyon parece ser um personagem gostoso de se acompanhar com suas descobertas no mundo humano na tentativa de entender sua verdadeira missão. Fiquei com muita vontade de conferir como o caminho desses três se cruzam e essa forma de amor tão pura que parece haver em cada página.
    Já está na minha lista de futuras leituras. Adorei a resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Que resenha linda, fico feliz em ver que você conseguiu sentir os sentimentos do livro, obrigada pelo carinho e espero que possamos nos ver novamente em breve bjos !

    ResponderExcluir
  3. O livro parece ser muito triste e bem realista, que expressa de perto o sofrimento dos personagens, mas ao mesmo tempo nos mostra muito amor, muito carinho, muita beleza. Amo livros desse gênero e hoje mesmo estava a procura de livros assim. Achei!!
    Resenha maravilhosa.
    Abçs Rafa!!

    ResponderExcluir
  4. Rafa!
    Adoro livros que tem anjo, é uma das minhas paixões na vida e quero sempre ler livros onde ele está presente.
    Quanto sofrimento de Leo, fiquei triste só em ler sua resenha, mas gostaria de acompanhar a leitura ainda assim e saber como tudo irá terminar, já que falou em final surpreendente.
    “O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso.”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  5. Sempre achei a capa desse livro uma fofura mas nunca tinha parado para saber mais sobre a história. Através da sua resenha simpatizei muito pouco com a protagonista, entretanto Leo parece ser aquele personagem cativante e por ele estar doente é muito pior. Em alguns momentos nao entendi a real razão do anjo caido, mas acho que agora consigo encaixar as pecinhas. Ótima resenha, Rafa.
    Beijos
    SIL | Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  6. Oiii!

    É a segundaresenha que leio para esse livro e as opiniões são bem parecidas. Acho que sofreria pelo Leo assim como você, não deve ser facil descobrir uma doença assim né?
    Giulia parece a tipica personagem irritante >< Não curto!
    Ótima resenha!!!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Rafinha, sua linda, tudo bem
    Acho que eu vou ficar arrasada vendo uma pessoa tão feliz, tão para cima, em uma cama, doente. Acho que sempre doí, mas no caso dele, acho que vai doer mais justamente pela pessoa que ele era. Eu não sei o que vai acontecer nesse final, mas se eu fosse esse anjinho, eu me sacrificaria pelo amor desses jovens, e daria a minha vida pelo Leo. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiee!!
    Me surpreendi com sua resenha, achei que não iria ser um quatro estrelas, fiquei curiosa!!
    Algumas leituras adolescentes me irritam exatamente pelas atitudes exageradas dos personagens, mas me parece que nesse caso a todo um contexto e um crescimento visível ali!!
    E como se não bastasse todo o drama aparece um anjinho na historia, bem diferente hein!!
    Fiquei curiosa!!
    Amei a capa!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Fiquei com vontade de ler! Romances que demonstram amor puro são tão raros hoje em dia. Gostei de existir um anjo na história, simpatizei de cara com o Leo, gosto de personagens com esse tipo de personalidade. Mesmo passando por uma doença, consegue manter a alegria. Beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Rafa, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas a premissa me chamou a atenção. Legal saber que a história é envolvente e fluída, pra mim, isso são pontos fortes. Acredito que iria chorar por causa da doença de Leo.
    Adoro livros que tem anjos, então já me animei com Zyon. Que bom que a segunda parte do livro ficou bem melhor e me animei a ler. Que pena que a revisão deixou a desejar, mas a narrativa da autora parece ser ótima.
    Parabéns pela resenha :D

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Rafa, tudo bem??
    Bom eu não costumo ler história de Sick lit, na verdade eu não gosto mesmo rs... não sei porque, mas a minha experiência com o livro A Culpa é das Estrelas deu vazão a isso... já li outros livros da temática, poucos é claro e que foram bem cansativos... por isso eu evito... na verdade Rafa, eu prefiro assistir filmes, eles me prendem e me emocionam mais, quando são tratados esses temas. A história parece ser bem bonita, ainda mais quando se tem um anjo no meio, mas eu sinceramente não curti a ideia central da história... então eu não leria... xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Apesar de até ter gostado da premissa inicial do livro, com todo o lance da descoberta do primeiro amor, eu evito ler livros que retratam doença justamente pelo que você falou, a leitura fica dolorosa. Isso sem falar que envolve adolescentes, que eu particularmente não sou muito fã de ler sobre. Contudo, os personagens possuem algumas peculiaridades que o tornam únicos, como o caso do Leo gostar de andar de skate, mas ser péssimo no que faz, aposto que deve ser hilário ler sobre. Infelizmente vou deixar a dica passar, mas vou recomendar para quem gosta do estilo.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Rafa lindona eu amo esse livro, chorei horrores lendo, a escrita da Cinthia é muito envolvente, a trama toda, veio carregada de emoções e doação por parte de Zyon, achei maravilhoso seu gesto. Leo um garoto guerreiro que colocou a felicidade de sua amada em primeiro lugar. A capa é linda. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  14. Olá Rafa, eu lembro de já ter lindo alguma resenha desse livro só que não lembro se era positiva como a sua, mas provavelmente deveria ser por que a historia parece ser bem legal e ainda por cima é um nacional *--*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  15. Acho uma pena que a revisão desse selo seja tão ruim... mas, mesmo que isso me incomode bastante, fiquei com vontade de ler o livro. Não dava nada por ele, mas quando você disse que o amor dos dois foi a coisa mais pura e bonita que você já leu me ganhou completamente. Precisamos de mais livros que tratem o amor dessa forma. Espero que você tenha oportunidade de autografar o livro em breve!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Me interessei muito pelo livro, não o conhecia antes da resenha.
    A história pareceu ser bonita e emocionante.
    Os personagens pareceram ótimos, principalmente o Zyon e o Leo, fiquei curiosa para saber se ele irá se recuperar.
    Com certeza irei ler!

    ResponderExcluir
  17. Oláá
    Já li o livro e gostei muito da história, é muito legal o enredo e a ideia da autora, que bom que gostou também, sua resenha ficou ótima.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá Raffa tudo bem, o livro tem uma dinâmica bem legal, não me lembro de ter lido nada parecido e isso chamou a minha atenção, sobre o drama que acontece eu acho que não ia gostar da personagem Giulia que parece ser muito fraca e pensar somente nela, pelo menos foi essa impressão que eu tive.Acabei de add ele no skoob e espero ler em breve, sua resenha está ótima!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Adorei sua resenha! Esse livro parece ser ótimo! Até coloquei na minha wishlist haha Espero gostar! Ainda mais por ser nacional!
    Beijos, Nathália
    https://livrosdagarotavermelha.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  20. Oi Rafa,
    Amei a diagramação <3 simples e muuuito fofa.
    Não gostei muito de saber que a Giulia é ciumenta O.o, porque a história contém um anjo na Terra, vou procurar ler o livro assim que possível.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  21. Oie, tudo bom?
    Gente, como eu não conhecia esse livro? Gostei da premissa sobre primeiro amor, anjos e doença. Fiquei curiosa para saber como a autora trabalhou esse final e já marquei esse livro nacional na minha lista de desejados.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. OI, tudo bem? Que livro interessante! Eu nunca tinha visto nada sobre ele antes, mas adorei a premissa e fiquei bastante curiosa para saber sobre todos os detalhes dessa história.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...