Resenha #46 - Por Lugares Incríveis (Jennifer Niven)

| |


Título original: All The Bright Places
Editora: Seguinte
Ano: 2015
Tradução: Alexandra Esteche
Páginas: 336


Dois jovens prestes a escolher a morte despertam um no outro a vontade de viver.

Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.                                                              
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.



Por Lugares Incríveis conta com dois protagonistas totalmente diferentes e que mesmo assim se tornam perfeito um para o outro, e como diz no início da sinopse, ao encontrarem-se naquela torre do sino do telhado, um desperta no outro a vontade de viver.

Ao terem que conviver para conhecerem os lugares incríveis de Indiana, Finch e Violet irão se conhecendo e descobrindo um ao outro e aos poucos começa a surgir um bonito sentimento entre os dois, um amor puro e profundo. 

Quando começam as andanças pelo estado de Indiana, Finch e Violet criam uma lista de orientações do que terão que fazer em cada um desses lugares. Terão que aprender a ler mapas, não terão distinção dos lugares que vão escolher visitar, e eles terão que deixar alguma coisa deles nesses lugares, pois isso é uma prova de que estiveram lá e de manter uma parte deles lá.

Os lugares que Theodore e Violet vão conhecer em Indiana vão dos mais simples, como o ponto mais alto da cidade, até lugares realmente diferentes. Não vou falar muito dos lugares, pois é divertido conhecê-los junto com os personagens, mas o mais legal é que absolutamente todos existem. Ao final do livro encontramos um mapa do estado e uma lista sobre os lugares que visitaram. 

O livro é narrado sob em primeira pessoa tanto pela Violet e pelo Theodore, a autora soube muito bem dar o tom para as duas narrativas. Seus protagonistas são bem construídos e profundos, Violet é forte e corajosa, mas se sente frágil após a morte da irmã, já Finch é divertido e sarcástico, mas usa isso como uma máscara para se proteger de quem é por dentro. Ele possui problemas de depressão e bipolaridade, mas não gosta de rótulos e não quer que eles o definem.

"Pela primeira vez, não quero ser outra pessoa além de Theodore Finch, o garoto que ela vê. Ele sabe como é ser elegante e eufórico e cem pessoas diferentes, a maioria imperfeita e burra, parte babaca, parte problemático, parte aberração, um garoto que quer ser fácil de lidar pras pessoas à volta pra que não se preocupem com ele e, principalmente, fácil pra si mesmo. Um garoto que pertence - aqui neste mundo, aqui na própria pele. Ele é exatamente quem eu quero ser e o que quero que meu epitáfio diga: O garoto que Violet Markey diga." 

Theodore procura formas de suicídio e achei extremamente interessante, porque ele lista algumas curiosidades sobre diferentes métodos, alguns dados históricos e sobre sua eficácia. A autora fez um excelente trabalho de pesquisa para escrever o livro. Também há referência a várias obras de outros autores, em especial sobre Virgínia Wolf, alguns trechos de sua obra são de extrema importância em alguns momentos da história.

O livro trás um ponto de reflexão muito importante sobre o suicídio e que a autora quis pontuar bem. Em sua nota ao final do livro, ela conta que teve a sua própria motivação ao escrever essa história. Muitos condenam quem comete suicídio, dizem que a pessoa foi egoísta, pois decidiu pôr um fim a sua vida enquanto outras pessoas não escolhem morrer, a vida simplesmente lhe é tirada. O livro nos faz questionar e refletir sobre isso, será que que comete o suicídio tem realmente essa escolha? Nos faz pensar além do estigma que existe em torno do suicídio e dos transtornos mentais. Não vou dizer que concordo com o suicídio, mas esse livro me fez refletir bastante sobre isso. 

" - Um dia perfeito. Do início ao fim. Quando nada de terrível ou triste ou comum acontece. Você acha que é possível."

Por Lugares Incríveis me fez sorrir, me apaixonar pelos lugares e ter vontade de sair fazendo andanças e descobrir os lugares incríveis do meu estado. Me apresentou a um casal único e cativante. Me fez refletir e ver o quanto alguns transtornos mentais podem ser sérios, e se a pessoa não tiver a atenção da família pode tomar rumos impensáveis. O livro trás algumas reviravoltas que me fizeram chorar. A autora me fez ter vários sentimentos ao longo da leitura, e muitos ao mesmo tempo. A narrativa da autora é leve e fluida, mas bem profunda, e nos trás reflexões sobre o amor, a amizade, sobre ser nós mesmos, seguir adiante depois de uma tragédia e sobre a vida de uma forma ampla.

Ao final do livro há alguns números de telefones de clínicas e associações que ajudam pessoas com transtornos mentais, telefones para denúncias de violência e bullying. Gostei bastante desse cuidado que a editora Seguinte teve.

" - Aprendi que existem coisas boas no mundo, se você procurar por elas. Aprendi que nem todo mundo é uma decepção, incluindo eu mesmo." 




Essa resenha atende ao:
*2015 Reading Challenge - Tema 44. Um livro originalmente escrito em outra língua
*Desafio Literário Skoob 2015 - Junho: História com casais 







26 comentários:

  1. Oi Rafa..
    Já ouvi isso, que todos que leram tem vontade de sair conhecendo vários lugares. Eu estou muito afim de ler este livro faz tempo, mas ainda não tive chance.
    Adoro quando um autor nos faz sentir assim. Cada dia quero mais este livro. Linda resenha.

    livrosvamosdevoralos.bogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi! ^^
    Tenho muita vontade de ler esse livro, mas até hoje não tive a oportunidade. Apesar de não fazer muito o gênero que eu estou acostumada a ler, eu gostei da trama e quero acompanhar a aventura desses dois conhecendo os lugares por onde eles passaram.

    Beijussss;
    https://facebook.com/BlogMenteHipercriativa
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Vi muita gente elogiando o livro e a temática, e realmente bem bacana a editora ter esse cuidado e esse carinho em disponibilizar esses números.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Tem muita gente comentando, e falando, desde livros! Ele me parece ser bastante legal e ter um ensinamento muito bacana!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Que lindeza, Rafa!
    Imagino que eu também ficaria doida querendo conhecer meu próprio Estado, afinal é uma coisa que eu já quero fazer e muito em breve.
    Tô com esse livro para ler, mas ainda não tive tempo :(
    Bacana que a editora tenha esse cuidado em colocar os telefones para auxílio e denúncias! Com certeza fará muita diferença na vida de muitas pessoas

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  6. Oi rafa!
    Eu estou com esse livro aqui há algum tempo, mas infelizmente eu tenho medo de ler e chorar muito. Vi muitas resenhas dizendo que era um livro muito triste, mas sua resenha chama para um ponto diferente do livro e me deu coragem de encarar a leitura por tudo o que ela pode proporcionar, gostei!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  7. Rafa, eu já tenho uma vontade louca de sair por aí conhecendo o mundo.
    Só falta coragem e money.
    Acho que eu iria me envolver e amar essa história. ♥

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  8. Me interessei pelo livro, mas acho que essa não é a hora de lê-lo. Como estou com depressão, e tendências suicidas, essa lista de métodos de Theodore fica bem melhor longe de mim....

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    A cada resenha que leio sobre o livro eu penso "preciso ler esse livro urgente!".
    Por Lugares Incríveis parece ser um livro intenso e marcante e que nos faz pensar muito, ao mesmo tempo em que nos apresenta uma história incrível.
    Adorei sua resenha!
    Beijos.

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Esse livro me persegue!! kkk Sempre que leio alguma resenha sobre ele fico morrendo de vontade de ler. Aborda um assunto que eu me interesso muito: depressão, principalmente quando os personagens são jovens. Sua resenha me deixou ainda mais empolgada para ler e assim que tiver money sobrando irei comprar. Essa capa é maravilhoooosa!!!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/2015/06/vango-entre-o-ceu-e-terra.html

    ResponderExcluir
  11. Olaa
    Faz uns meses que li o livro e adorei o enredo e tudo mais, foi muito legal. Sua resenha está ótima e que bom que curtiu também.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  12. Oi flor, este livro está bem falado nas redes sociais e eu tenho muita vontade de lê-lo, mas por agora vou deixar passar, esse assunto morte / suicídio me deixaria pra baixo, não estou no momento agora. Mas a sua resenha ficou ótima, gostei bastante.

    bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Só vejo resenhas ótimas sobre o livro e eu vou entrar em maratona na próxima semana. Não vou conseguir ler nem tão cedo D: adoro sick-lit e esse já tá na lista dos próximos a ler.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Rafa!
    Nossa, cada resenha que eu leio sobre esse livro, fico ainda mais louca para ler ele. Achei a temática dele tão interessante. Sua resenha está incrível. Parabéns.
    Beijos
    Carol
    www.sobrevicioselivros.com

    ResponderExcluir
  15. Oi ^^
    Apesar da ótima classificação que você deu para a obra, não fiquei curiosa a respeito da história.
    Talvez seja a correria de final de semestre e eu esteja meio cansada, mas por enquanto não senti aquela necessidade em ler o livro :(

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bom?
    Amo esse livro incondicionalmente. De uma forma delicada e precisa, a autora conseguiu falar de um assunto tão sério como o suicídio. O Finch é um personagem incrível e sempre que posso indico esse livro.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Rafa, tudo bem minha flor...
    Nossa eu tenho muita vontade de ler esse livro... sempre vejo as pessoas falando tão bem dele e da história que quero conhecer o casal e logo.. sabe que esse livro foge de minha zona de conforto, mas é um livro que eu tenho uma pretensão muito grande de ler... assim que der vou comprá-lo e iniciar a leitura imediata... acredito que a história vai me preencher e me emocionar... xero!

    ResponderExcluir
  18. Gostei da citação que usou no final, é importante se permitir para ousar pisar em lugares incríveis, inclusive quando esses lugares somos nós...

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Simplesmente amei sua resenha, já ouvi falar do livro, mas até então estava com dúvida se apostava ou não na leitura!
    Agora com certeza irei lê-lo o quanto antes!
    Parabéns pela resenha ficou ótima.

    beijos!

    ResponderExcluir
  20. Este livro é um daqueles que a gente deseja muito ver na mesinha de cabeceira. rsrs. Achei a temática muito interessante e as resenhas muito positivas. A sua, está perfeita! Sobre o sucídio. Acredito que tudo que fazemos na vida parte de uma escolha. E as vezes as escolhas são difíceis. E todas as escolhas requerem de nós alguma renúncia. renunciar a vida, mesmo diante de todos os problemas, pode não ser a última alternativa, ( acredito mesmo que não seja) e por isso me preocupo tanto com isso.

    Um abraço!
    http://www.pensamentosvalemouro.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi! Eu li este livro logo que foi lançado e foi uma leitura excelente, a trama me comoveu muito, embora o final tenha sido cruel, em nada diminuiu meu aproveitamento. Vai ter o filme e não vejo a hora de ver.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  22. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH ESSE LIVRO É LINDOOOOOOOOO. Meu Deus! Eu amei a história e ela é super emocionante. Com certeza esse é um livro que te proporciona as diversas emoções. Sorri, chora, o coração fica apertado. Amei o livro e acabei a leitura no chão.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oi Rafaella tudo bem ?

    Adorei sua resenha , o livro realmente é muito bom eu ja tive o prazer de ler e amei a história, aqueles contatos no final são muito interessantes já trabalhei no CVV o fato de poder contar com um serviço que apenas te escuta é ótimo .

    Beijos
    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?

    Eu só li resenha positivas sobre este livro, mas ainda não o li:(

    Por Lugares Incríveis parece ser um livro muito bom e espero poder ler em breve. Do jeito que as pessoas falam desse livro já imagino o quanto vou gostar.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Ganhei esse livro em um sorteio e desde então estou super curiosa para fazer a leitura. Todo mundo fala bem do livro, e parece ser aquele tipo que vai me emocionar bastante. Adorei a resenha

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  26. Amei sua resenha e ela só me fez ter mais vontade de ler esse livro. Ouvi muitas coisas sobre o livro o que me fez ficar com "um pé a trás", mas vou confiar na sua avaliação e coloca-lo na minha listinhas!
    Parabéns pelo Blog !
    Bjss

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...