Resenha #50 - A Bússola de Ouro (Philip Pulman)

| |


Título original: Northern Lights
Série: Trilogia Fronteiras do Universo #1
Editora: Objetiva
Ano: 2007
Tradução: Eliana Sabino
Páginas: 365


Quando Roger, amigo de Lyra, desaparece, ela e seu dimon, Pantalaimon resolvem procurá-lo. Viajam para os reinos frios do Norte, onde ursos de armadura e bruxas-rainhas voam pelos céus congelados. Lyra possui um aparelho que a auxiliará na missão - caso ela consiga decifrar suas mensagens misteriosas. Mas o equipamento contém segredos assustadores sobre a viagem e os perigos que os esperam em mundos distantes.








A Bússola de Ouro é o primeiro volume da trilogia As Fronteiras do Universo. Uma trilogia de fantasia que envolve mundos paralelos, ursos, bruxas e os tão queridos dimons. O livro teve sua adaptação cinematográfica em 2007 e contou com a atuação de Nicole Kidman. Entretanto, o filme não gerou lucro e o restante da trilogia não foi adaptada. Depois de ter lido o livro, eu entendi o motivo. A história do livro é muito maior do que nos foi mostrada na tela. 

Lyra é uma criança que cresceu em meio a reitores, catedráticos, estudiosos, em uma faculdade. Sua infância foi entre essas paredes, contando apenas com poucos amigos e seu amado dimon, Pantalaimon ou Pan. Nesse universo, criado pelo Philip Pulman, todas as pessoas possuem dimons, criaturas em forma de animais que são as suas almas. Ou seja, uma pessoa sem um dimon, não vive por muito tempo. Além disso, os dimons das crianças e dos adultos possuem características diferentes. Lembro que desde que eu vi o filme, eu me apaixonei por essas criaturinhas.


Logo no início do livro, Lyra descobre a existência de uma substância chamada Pó, que gera muita polêmica entre os estudiosos e os religiosos. Mais para frente, descobrimos que muitas crianças estão sumindo, sendo levadas por um grupo misterioso. O que seria esse pó e porque ele é tão importante? Será que há alguma correlação com o fato de crianças estarem desaparecendo?

A história consiste nas aventuras de Lyra em ir atrás de seu melhor amigo Roger, que foi levado por esse grupo. Para isso ela conta com um grupo bem variado de pessoas e com o auxílio de um instrumento, que ganhou na universidade, a chamada Bussola de Ouro. Esse instrumento será responsável por lhe dar respostas e ajudar a escolher o melhor caminho a seguir. No livro é mostrado muito mais o uso dele e como a protagonista faz para decifrar as mensagens, o que não é muito mostrado no filme. Gostei bastante dessas partes e as diferentes informações que a Lyra conseguia tirar do aparelho.

" - Este é o dever dos velhos: ter ansiedade por causa dos jovens - comentou o Bibliotecário. - E o dever dos jovens é fazer pouco caso da ansiedade dos velhos."

Não vou falar muito sobre o livro, porque acho muito legal ir desvendando esse universo aos poucos. Para quem assistiu ao filme, já saberá de muita coisa, mas garanto que o livro trata de algo muito maior. Não espere aquele livro que lhe dá as respostas logo no início, o autor soltou aos poucos cada uma das explicações, prendendo o leitor do início ao fim, e percebemos que todas as questões que eu formulei no início da resenha estão interligadas e é o inicio de algo muito maior do que pensávamos. Toda história é bem amarrada e mesmo com o gancho para o próximo livro, o autor não deixou pontas soltas nesse.

A narrativa do autor é bem fluida e envolvente. O livro possui bastante ação e cenários incríveis, inclusive a aurora boreal é um fenômeno bem importante na história. Ursos polares, feiticeiras, balões, trenós, e muita neve estão presentes na história. Em alguns momentos, eu fiquei bem aflita pela Lyra e outros personagens, imaginando como eles iam sair de algumas situações. O que eu mais gostei, foi que mesmo tendo assistido ao filme várias e várias vezes, a história não se tornou cansativa, o que acontece as vezes quando eu assisto o filme antes de ler o livro.

Como uma protagonista criança, Lyra é cheia de curiosidade e muitas vezes ela chega a ser um pouco mimada, querendo que façam tudo o que ela pede. Essa característica da protagonista em alguns momentos torna a leitura um pouco cansativa, porque ela sabe ser bem chatinha em alguns momentos, mas ela possui coragem, inteligência e perspicácia, principalmente quando tem que decifrar as mensagens da Bússola de Ouro. Entretanto, em alguns momentos ela demostra medo e insegurança. Ela é uma protagonista completa e bem condizente com a sua idade. Os demais personagens também são bem construídos e cada um tem sua importância dentro da trama, mas confesso que quem me ganhou foi o Pan.



A história é narrada em terceira pessoa, mas o maior enfoque é mesmo na Lyra. O livro é dividido em três partes, cada uma relativa a um lugar em que a personagem irá passar na busca por seu amigo e as outras crianças desaparecidas. A revisão do livro está excelente, não me lembro de nenhum erro. A minha edição é econômica, mas apesar das folhas brancas, ela está muito bem acabada e não dificultou minha leitura. A cada início de capítulo, há um desenho que tem a ver com o mesmo.

Recomendo para todos que gostem de uma fantasia bem elaborada e um pouco de teoria do universo. A história mostra a importância de seguir o que acredita ser correto e sobre a lealdade. 



Essa resenha atende ao:
*2015 Reading Challenge - Tema 32. Uma trilogia (livro 1)
*Desafio Literário Skoob 2015 - Julho: Inverno (histórias que passem em lugares frios, capas que remetem ao inverno.
*Desafio das Capas - Tema 2. Um animal na capa
*Maratona Literária de Inverno 2015 - Tema: um livro de capa azul




16 comentários:

  1. Eu nunca me decidi se gostaria ou não de ler essa série. Gosto de histórias de fantasia e aventura, que são os elementos chave dessa história, mas não sei, não me chama a atenção, sabe? E me dá a impressão de ser uma leitura cansativa (um pouco até Zzz). Claro que só iniciando a leitura pra ter certeza. O mesmo acontece com o filme, nunca senti vontade de assisti-lo. :/

    ResponderExcluir
  2. Acredita que nunca vi o filme? Já ouvi falar dele, mas nunca parei para ver e como sua resenha me deixou bem curiosa quanto ao livro, acho que isso pode ser uma vantagem na hora de aproveitar a leitura.
    Fantasia não é o gênero que mais leio, mas quando me interesso por um livro do gênero abro um pouco mais de espaço para eles na minha estante.
    Um dos pontos que mais me interessou foi isso de realidades paralelas e teoria do universo, pois adoro o tema, apesar de não ser o foco do livro. Estou bem curiosa quanto ao que me espera.
    Adorei a resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi, Rafa!
    Já faz algum tempo que li essa trilogia, lendo sua resenha percebi que preciso reler com urgência! Haha. O que mais gostei no enredo foi o desenvolvimento dos personagens durante a construção desse universo, especialmente o último livro me encantou do começo ao fim ❤
    Bjos,
    Mari
    Mari The Reader

    ResponderExcluir
  4. Li esse livro faz tempo, bem antes do filme e inclusive eu tenho a série toda...realmente muita coisa não foi explorada no filme e o universo e os acontecimentos desse livro são muito extensos, tem muita coisa nele e tem muito mais nos outros livros.
    Fico feliz em saber que você gostou dele, é um das minhas séries favoritas.

    ResponderExcluir
  5. Oiiieee, tudo bom?
    Eu já assisti ao filme e gostei, e gente eu não sabia que era um livro rsrsrs, mas pelo que deu para perceber o livro é muito melhor né, é triste ver adaptações sendo caceladas, que bom que gostou do livro, fiquei com vontade de ler, e realmente os dimons são lindos gente hehehe, pretendo ler o livro sim, gosto muito de fantasia.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada do Philio Pulman, mas o pessoal fala muitooooo bem dos livros dele, to louca para ler essa trilogia então!
    Achei maneiro também esses Dimon, assim que der, lerei com certeza!!
    bjoos

    ResponderExcluir
  7. Acho que ja ouvi falar dessa trilogia em algum lugar. Fiquei bem curiosa para ler, pois eu adoro esse estilo fantasia *-* sempre fico mega empolgada lendo sobre outros mundos e outros seres!! Adorei a resenha e fiquei ansiosa pela leitura

    ResponderExcluir
  8. Oi! Assumo que não gosto de livros de fantasia, tive uma experiência muito desagradável. Esse livro não despertou meu interesse, mas achei fofo os dimons e a explicação deles existirem. Essas crianças que somem, o que acontecem com seus dimons? Já que eles são como se fossem suas almas!!! Gosto de tramas que parecem quebra-cabeça, que em cada capítulo tem uma peça que só vai se encaixar daqui para frente. Mas não gostei muito da trama, uma pena.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Sempre quis ler esse livro apesar de não ter visto o filme, mas o tempo foi passando e nunca tive a oportunidade de compra-lo e meu gosto literário mudou muito.Mas mesmo assim adorei sua resenha e já estou seguindo o blog

    ResponderExcluir
  10. Oiee
    Acredita que eu não fazia ideia da existência desse livro,que vergonha.Já vi o filme muitas e muitas vezes mas nunca procurei saber se era baseado em um livro ou não.É nesses momentos que agradeço ao filme por não conter todos os detalhes da história assim você ainda pode se surpreender.Sem dúvidas é um livro que vou,até já fui dar uma procurada mas só encontrei com a capa do filme :(

    ResponderExcluir
  11. Eu não conhecia esse livro. Mas ele parece ser muito bom, e com bastante aventura. Mas confesso que não gosto muito de livros assim, nem de fantasia :(
    Nem sabia que tinha filme, mas talvez um dia eu assista o filme :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Quando eu assisti ao filme eu não sabia que era uma adaptação de livro e quando eu soube eu coloquei imediatamente os tres livros na minha lista,quero tentar comprar os tres antes de começar a ler.

    ResponderExcluir
  13. Conheço a trilogia há algum tempo, sempre tive vontade de ler, mas me faltaram oportunidades. A história me encanta, como sou fã de fantasias, e essa envolve animais, não poderia ser diferente. Acho o enredo muito bem construído, e a adaptação que fizeram dos livros para o filme só me deixou com mais vontade de ler os volumes.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Conheci a historia pelo filme e ai tive muita curiosidade pra ler o livro quando soube que era uma Trilogia ainda e uma leitura que pretendo fazer porque achei o nunca criado por Philip Pulman fantástico e cheio de mistérios e adorei os dimon muito fofos!!!

    ResponderExcluir
  15. Rafaela!
    A série me parece ótima.
    Gosto de livros de fantasia principalmente se forem inato juvenis, garantia de uma boa aventura e de uma narrativa inteligente.
    Queria poder ler.
    “A preguiça é a mãe do progresso. Se o homem não tivesse preguiça de caminhar, não teria inventado a roda.”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  16. Ameii a história ! Já quero começar a ler hoje mesmo esse livro. Obrigada pela resenha convidativa

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...