Resenha #82 - Pseudônimo Mr. Queen (Loraine Pivatto)

| |

Editora: Independente 
Ano: 2015
Páginas: 404




O ano é 2012,
Dia 21 de dezembro,
E a temida profecia maia acaba de se cumprir.

Cidades devastadas,
Ruas vazias,
A população mundial bruscamente reduzida,
E a história dos sobreviventes começa a ser contada.

Os escolhidos iniciam um novo mundo, baseado nas novas regras passadas através dos sonhos.

Agora serão 2 vidas: 
A primeira até os 70 anos,
A segunda, a partir dos 20 e até os 100.
150 anos no total.
Nenhum segundo a mais.

A nova sociedade começa a surgir:
Sem desigualdade,
Sem dinheiro,
Sem doenças,
Sem possibilidade de mortes prematuras,
Exceto por uma maneira.

Uma única maneira de morrer, mas que não pode ser revelada.
Um segredo que precisa ser guardado.
Para salvar a sociedade de si mesma.

Livro lido através de Book Tour organizado pela autora para divulgação 


No final do ano passado, a autora Loraine Pivatto me convidou para participar do Book Tour de seu livro, e devido a sinopse diferente eu aceitei participar. Recebi o livro no início do mês de março, mas devido a alguns problemas eu demorei a ler e resenhar, mas trago agora minha opinião para vocês. 

Quando eu comecei a ler as resenhas do livro, eu confesso que me senti confusa pela sinopse, mas acho que ela resume bem a essência da história. Nesse livro acompanharemos uma nova sociedade. A partir do dia 21 de dezembro de 2012 (lembram da profecia dos Maias para o fim do mundo?, pois então, nesse livro realmente aconteceu, mas de uma forma ligeiramente diferente) apenas algumas pessoas sobreviveram, e a partir de então, elas passarão a ter duas vidas, a primeira que aconteceria até os 70 anos, e a segunda, dos 20 aos 100 anos. Todo mundo viveria ao todo, 150 anos, nem um segundo a mais ou a menos. 

Começamos a acompanhar essa nova sociedade através de Regina Duarte, que possuía 45 anos quando o mundo como nós conhecemos acabou. Acompanhamos a adaptação das pessoas a essa nova realidade, sem doenças, sem desigualdade social, sem mortes prematuras. Nesse novo mundo haveria apenas uma forma de morrer, a apenas algumas poucas pessoas saberiam o segredo da morte.

Achei genial a forma como a autora construiu a história, mostrando como essa nova sociedade evoluiu ao longo dos anos. O livro é dividido em três partes, na primeira denominada Regina Brandão, iremos acompanhar os primeiros anos desse novo mundo, como as pessoas foram se adaptando a nova realidade e como as primeiras formas de "classificação" dos habitantes foi se dando. Na segunda parte, Larissa Brandão, iremos acompanhar a vida da neta da Regina Brandão, e perceber sua visão única de ver a sociedade na qual vive, nessa segunda parte iremos começar a perceber que essa nova realidade não é tão perfeita quanto possa parecer. Na terceira parte, Vitória Brandão, iremos acompanhar mais de perto a vida da rebelde, mas decidida filha de Larissa, e dos amores imperfeitos e descobertas importantes. Apesar das partes terem os nomes das personagens, o livro todo é em terceira pessoa, o que nos torna possível acompanhar de uma forma ampla o que está acontecendo. Além das visões dos personagens secundários. 

Como eu disse, eu achei a história genial e bastante original. A forma como a autora nos faz questionar durante todo o livro. Como serão essas vidas? Qual é o segredo da morte? Por que apenas algumas pessoas tem conhecimento disso?. Em determinado momento, irá aparecer o Pseudônimo Mr. Queen, um cantor misterioso e iremos nos perguntar quem é ele? Por que ele é tão importante? E aos poucos vamos descobrindo os mistérios dessa sociedade complexa e os segredos de seus moradores. Esse livro mostra que cada pessoa é mais do que aparenta ser.

O livro também nos mostra que essa nova sociedade não é tão perfeita quanto pode parecer ser a princípio. Ele fala sobre a busca por reconhecimento, e das suas consequências e busca pela sua identidade. A autora ao longo da história insere temas importantes, como depressão, desigualdades. 

Pseudônimo Mr. Queen é aquele tipo de livro que você fica ansioso para desvendar cada mistério e faz você deixar de comer, beber e dormir para saber como irá terminar. Eu pude me sentir como fazendo parte dessa sociedade, pois acompanhamos os personagens durante longos anos. Esse livro vai ter fazer sorrir, gritar, amar alguns personagens e desconfiar de outros. 

Achei a revisão do livro excelente, não lembro de ter encontrado erros de revisão. A edição que eu recebi é de divulgação, possui as folhas brancas, mas isso não foi nenhum problema durante a leitura, entretanto, achei que a fonte poderia ter sido um pouco maior. Na contracapa existe uma ilustração que resume perfeitamente um momento da história e achei linda.

Recomendo a todos aqueles que gostem de realidades alternativas, e  certa pitada de distopia. Para aqueles que assim como eu, possam achar o livro confuso a principio, tenho certeza que logo mudarão de ideia, pois a narrativa da autora é fluida e gostosa, e embora ela descreva bem cada detalhe, ela faz isso sem tornar a leitura entediante.

Você gostaria de viver nessa sociedade? Com duas vidas, 150 anos, sem poder morrer?




19 comentários:

  1. Oi Rafa, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro, mas achei a premissa bem interessante. Gosto bastante de acompanhar realidades alternativas e é por isso que fiquei bem curiosa sobre o desenvolvimento.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro no final do ano passado e mesmo não gostando de distopias eu gostei bastante dele. Achei que ficaria confusa no começo mas depois a história fluiu muito bem.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Rafa!
    Eu já vi muitos elogios a esse livro na blogosfera e, a cada resenha, aumenta meu desejo de lê-lo.
    Essa profecia dos maias é sempre um bom background para histórias. Afinal, o mundo acabar é relativo...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. OI, Rafa
    Adorei a resenha. Também já li esse livro e amei, também me senti parte da sociedade. A autora tem realmente uma escrita detalhista, mas sem tornar o livro entediante. Adorei acada personagens e sempre batia mesmo alguma desconfiança de alguns. Gostei de saber que também aprovou o livro.

    ResponderExcluir
  5. Olá Rafaella,
    Adorei sua resenha! Estou com esse livro para ler em casa, mas tenho adiado. A trama parece ser, mesmo, bem original. Gostei de saber que, no decorrer da trama, vemos que não é tão perfeito assim.
    Enfim, adorei sua resenha e estou curiosa para saber o que acharei da leitura.
    Vou ter que ler logo rs.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Sabe que, na primeira vez que vi esse livro, achei que era erótico? hehe' a capa ajudou muito nisso *-*
    Sou doida para lê-lo desde que vi a primeira resenha dele, que falava super bem do desenvolvimento da história e da escrita da autora. Parece ser um livro maravilhoso, e eu adoro distopias...hehe'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oii!

    Rafa, eu acho que a autora pecou na escolha da capa. Ele tem um enredo excelente e chama pouquissima atenção, o que eu particularmente acho uma pena. Querendo ou não, nós julgamos sim por capas.
    Gostei muito da sua resenha e da forma como vc abordou o tema me deixando mais curiosa ainda <3

    Ótima resenha!!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha, Rafa.
    Muito obrigada mesmo.
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Ainda bem que gostaste assim tanto do livro, a ponto de dares 5 estrelas!! :)

    Bem, acho que e mesmo o meu tipo de livro, o toque de distopia (adoro!!), o misterio, etc.

    Que bom que te sentiste integrado na historia e que este te prendeu assim! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Ola,tudo bom?
    Fiquei muito interessado em ler esse livro, pois gosto muito de distopia.
    Já tinha visto esse livro antes mas só a capa, e não fiquei interessado, mas sua resenha ficou ótima.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Já tinha lido resenhas dessa obra, e desde então estou muito curiosa para ler! Eu não curto muitos detalhes, mas que bom saber que não chega a ser cansativo. Vou tentar ler ainda esse ano.
    Queria ter participado do BT mas estou sem tempo. :(
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Ainda não conhecia a obra, mas fiquei encantada pelo que você resenhou. O fato da produção literária trazer algo até certo ponto real com um pouco de ficção nos desperta curiosidade.

    ResponderExcluir
  13. Definitivamente não gostaria de viver nessa sociedade! HAHAHA fiquei super curiosa com esse livro! Me pareceu uma trama bem original e desafiadora... Fiquei imaginando esse segredo sobre a morte agora... Quero ler!! Não gostei dessa capa :/ Acho que não deixa passar muito bem a essência do livro..
    Amei a resenha!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oii,

    Esse livro chegou para mim, e já estou lendo e agora é que estou começando a entender a história. Mas até onde eu li, a história tem um conteúdo bem sinistro..pelo menos eu achei. Com certeza vou continuar a ler para saber como tudo vai terminar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Há um tempinho atrás vi muitas resenhas desse livro, porém mesmo com uma premissa bem legal eu fiquei com um baita de um receio com a autora perder a mão com o lado utópico do livro, por isso não me interessei na obra, espero que esses questionamentos tenham boas respostas no livro!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. É sempre tão bom ler uma resenha sobre um livro que te conquistou e encontrar, na opinião de outrem, o mesmo estando! Ah! Que legal. Eu adorei essa leitura, fico feliz em saber que você sentiu o mesmo ânimo enquanto tentava desvendar os mistérios e conhecer mais dessa sociedade "perfeitamente imperfeita".

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Uma autora independente OMG!! Eu sou suspeita para falar sobre autores que lançam suas obras de forma independente... Tantas histórias boas por aí, mas, algumas editoras, resolvem publicar biografias de adolescentes amados por algumas pessoas que, muitas vezes, nunca leu um livro de verdade na vida.
    Enfim, achei essa história digna de publicação, só pela criatividade do tema abordado pela autora. Fiquei louca para ler.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oiii!

    Nossa, não conhecia o livro, mas fiquei super interessada. Eu gosto muito de distopias e gosto mais ainda de descobrir distopias assim, através de resenhas.

    Sua resenha ficou muito boa mesma. Despertou em mim o desejo de conhecer a obra.

    Parabéns pelo trabalho.

    Ingrid Cristina
    plataformatresquartos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi,
    Eu tenho visto resenhas maravilhosas sobre esse livro o que me faz ficar muito interessada em fazer a leitura, recebi o convite da autora pra participar do Book Tour, mas infelizmente eles não se encaixam na minha rotina desorganizada, ficarei esperando que ela seja publicada, beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...