Resenha #86 - Tempestades de Sangue (Kel Costa)

| |

Série: Fortaleza Negra #2
Editora: Jangada
Ano: 2015                                                                                                           
Páginas: 304


Essa resenha NÃO contém spoiler desse ou do livro anterior. Entretanto, se ainda não leu Fortaleza Negra, recomendo que pule a sinopse.




Durante o último ataque de mitológicos à Fortaleza Negra, Sasha sofreu perdas irreparáveis. Agora, só o que ela quer é juntar os cacos e seguir em frente. Mas, quando menos espera, ela se depara com um esquema de tráfico de sangue dentro da Fortaleza e resolve usar essa informação para se aproximar de Klaus, o líder dos Mestres vampiros. 

Enquanto isso, Mikhail viaja na companhia dos irmãos numa caçada aos mitológicos, e está concentrado em encontrar seus inimigos e dar fim ao grupo que atacou a Fortaleza. Mal sabe ele que enquanto isso, Sasha está se arriscando para desvendar todo o mistério que envolve o tráfico de sangue, ao mesmo tempo que tenta se reaproximar do cientista Blake Campbell e descobrir mais sobre a Exterminator, a arma criada para exterminar os mitológicos, mas que também pode ser uma grande ameaça para os vampiros. Será que Blake está tramando contra os Mestres? Sem que imagine, as investigações de Sasha a levam a percorrer um caminho sem volta que acaba se transformando no seu pior pesadelo.



A história de Tempestades de Sangue começa um pouco depois dos últimos acontecimentos do livro anterior. Mikhail e seus irmãos foram atrás do grupo de mitológicos que realizou o último ataque, enquanto apenas Klaus ficou tomando conta da Fortaleza Negra. Sasha está inconformada com a situação em que Mikhail a deixou, abalada após os últimos acontecimentos e ainda por cima, sozinha, sem o seu amado.

Quem já leu Fortaleza Negra sabe que a Sasha não vai se contentar em ficar quieta e em segurança até Mikhail voltar. Então, é claro que ela vai atrás de confusão. Dessa forma ela acaba descobrindo sobre um esquema de tráfico de sangue dentro da Fortaleza. E como se não bastasse a situação em que ela está se metendo, ela irá barganhar com o Klaus, informações sobre o tráfico em troca de aulas de luta com o mestre.

A situação da Fortaleza está ficando mais complicada, novos e mais brutais ataques de mitológicos estão acontecendo, e é preciso encontrar uma forma de acabar com essa ameaça. A arma produzida por Blake com o veneno do pai da Sasha já está finalizada e prestes a ser testada, mas, algumas coisas não acontecerão como previsto. 

Assim como no primeiro livro, a história continua bem fluída, a maior parte narrada pela Sasha, mas há alguns capítulos narrados por Mikhail, Kurt e também pelo Klaus. Eu gosto bastante desses diferentes pontos de vista, pois é possível ter uma visão maior do que está acontecendo, bem como entender melhor como esses personagens pensam. E gosto principalmente quando tem capítulo narrado pelo Klaus, gosto do jeito dele nenhum pouco convencional e assim é possível conhecê-lo melhor. Também gostei de conhecer mais sobre os passados dos Mestres. 

Ao contrário do primeiro livro, há poucas cenas sensuais e de romance entre a Sasha e o Mikhail, devido a eles estarem separados, e à própria situação tensa que a história está tomando. Mas mesmo que eu goste dessas cenas, nem deu para sentir falta, pois a história toma um ritmo bastante ágil. Foi possível acompanhar a relação dela com outros personagens, principalmente com o Klaus, e gostei bastante desse envolvimento deles. A Sasha é louca por sempre bater de frente com ele, mas vemos que aos poucos, o Mestre vem mudando sua opinião em respeito a ela. Aliás, as melhores cenas eram as deles junto, a paciência limitada do Klaus com a Sasha é muito divertido. 

E para quem assim como eu gosta de shippar Klaus e Kurt, estejam preparados para surtar!! Sinceramente, a autora quis me matar em um determinado capítulo, e estou curiosa para o que irá acontecer no próximo livro. 

Tempestades de Sangue me envolveu completamente, e estou cada vez mais apaixonada por esses Mestres, amando o jeito louca da Sasha e o jeito extrovertido do Kurt. Há algumas partes bastante tensas no livro, com os ataques tornando-se cada vez mais frequentes e com maiores proporções, algumas perdas inevitáveis e irreparáveis, e os esforços dos Mestres para se erguerem diante da ameaça e força dos Mitológicos. 

O livro deixa um gancho enorme para o próximo e último volume, principalmente depois do final enlouquecedor e que me deixou inconformada. Como a Kel Costa pôde terminar o livro dessa forma? Ao contrário do volume anterior, que eu não concordei com os últimos acontecimentos, o final desse não podia ter sido melhor e mais tenso. Agora preciso aguardar o próximo, que espero que não demore a ser lançado.

A edição está bem simples, mas bonita. Páginas amareladas, fontes em um tamanho confortável. Não encontrei erros de revisão. A capa está retratando perfeitamente uma cena da história. Quanto ao número de páginas, ele está bem menor que o anterior, mas não achei que tenha faltado algo.

Recomendo a trilogia para quem gosta de vampiros, uma protagonista bem doida com amigos incríveis. É um livro com bastante ação, aventura, luta, perdas, e também algumas traições. 



11 comentários:

  1. Oi Rafaella.

    Eu tenho muita vontade de começar a leitura dessa trilogia, por causa das resenhas que já li sobre os dois livros e consegue desperta curiosidade. A sua resenha mostra que o segundo livro é interessante e que você gostou muito da história. Tentarei adquirir ele logo.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Olá, Rafaella.
    Eu tenho esse e o primeiro livro aqui em casa, ganhei eles em sorteios. Mas ainda não comecei a ler. Gosto de só começar quando já tem todos os livros publicados para não morrer de ansiedade. Mas a história parece ser ótima e esse livro você pareceu ter gostado mais do que o anterior. É bom quando isso acontece, porque geralmente os segundo livros os autores só enchem linguiça hehe. Tomara que ela termine logo para eu começar a ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, mesmo gostando da temática que o livro envolve, o livro em si não me interessou, não sei porque, mas não chamou a minha atenção a ponto de acompanhar a série e saber como se desenrola a vida de Sasha. Dessa vez, vou deixar passar essa dica.
    bjus

    ResponderExcluir
  4. Oi Rafaella, tudo bem?
    Não conhecia essa série, após ler sua resenha fiquei muito interessada. Já gostei da Sasha, me parece ser uma personagem ativa e que não mede esforços para alcançar seus objetivos. Fiquei feliz em saber que as cenas de romance não fizeram falta, que o livro mantém um ritmo bom. Fiquei super curiosa para saber como foi o final desse livro, adoro quando o gancho final é surpreendente e nos faz querer ler o próximo volume com urgência. Achei a capa bem legal, que bom que é condizente com uma cena do livro.
    Dica anotada, vou procurar a trilogia para ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie, que livro bacana!!! Fiquei bem interessado pela trilogia parece ser bem bacana, apesar de não gostar muito de histórias com vampiros hahahaha!

    ResponderExcluir
  6. Shippo demais Klaus e Kurt, prefiro eles como casal do que os principais, ahahaha. Eu amei essa leitura, me surpreendi demais, e mal posso esperar pela continuação! A Kel conseguiu me prender nessa história de vampiros!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Rafa!! Tudo bem?

    Eu recomendo essa trilogia até para quem não gosta de vampiros, rs, porque eu não curto esses seres e me apaixonei por ela! Gostei menos desse livro que do primeiro (acho que senti muita falta de Sasha e Mikhail), mas foi bem legal e necessário conhecer o passado dos mestres. A Sasha é uma louca mesmo, mas gosto demais dela, e me divirto com o Kurt surtando por causa do Klaus... hehe... torço por esses dois.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi Rafa!
    Amei a resenha, fiquei orgulhosa por saber que gostou mais do segundo. Como leitora, eu sei que é uma dificuldade enorme manter o leitor cativado com uma continuação.
    Tb adoro Klaus e Sasha juntos. A dupla é impagável rsrs

    Bjs e obrigada pela linda resenha!
    Kel

    ResponderExcluir
  9. Não é a primeira vez que leio elogios a obra da Kel, uma autora que tem conquistado cada vez mais leitores e não é para menos, afinal só pelo que foi destacado no resenha, encontramos uma trama incrivel e com bons personagens, somente não me agrada a ideia de vários narradores, mas é algo que dá para relevar, até porque o enredo parece incrivel e fiquei curiosa para conhecer!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Rafa! Tudo bem?
    Eu tenho 'Fortaleza Negra' faz uns 2 anos, mas ainda não criei coragem para lê-lo (não me pergunte porque). Porém, com a sua resenha do segundo volume, eu fiquei bem animada com a história do primeiro. Quero entender, de fato, quem são os personagens que você citou e como funciona todo o esquema da Fortaleza. Espero que o ultimo livro atinja todas as suas expectativas ♥

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  11. Eu não conhecia nenhum dos dois livros. E gostei da resenha desse. Mesmo em meio a tantos conflitos conflitos podemos ver que existe um grande romance nessa história com direito a sensualidade. Acho que vou ler sim. Boa resenha!!
    Bjs

    livrosemarshmallows.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...