Resenha #77 - Desejo & Honra (Tatiane Durães)

| |


Editora: Deuses 
Ano: 2015
Páginas: 152


1890. O Brasil passava por sérias mudanças. Os escravos foram alforriados, porém, apenas no papel. Os italianos começaram a chegar em busca de uma vida melhor. A corrida pelo ouro terminara há muito tempo e o café com leite era o que sustentava a economia do país.                                                                               
Em Minas Gerais, uma única família ainda mantinha a atividade do minério, a família Leon, eles continuavam sendo abençoados, encontrando ouro em suas terras.                                                                               
O Conde de Leon, filho do monarca Duque de Leon, que, devido a idade, não conduzia mais os negócios. Conde que, apesar de bondoso, carregava no peito a enorme dor da perda. Sua esposa Cassandra falecera ainda muito jovem, e desde então ele nunca mais ficara atraído por nenhuma mulher, até aquele dia, 31 de outubro, quando uma jovem de cabelos negros e pele extremamente branca chegou em sua casa para ajudar na cozinha. Uma jovem bonita, delicada e inteligente.                                                                                                            
Assim, o Conde de Leon, finalmente percebeu que poderia se libertar do fantasma de sua falecida e amada Cassandra. Entretanto, a jovem carregava consigo um segredo: Linda, porém fatal.

Livro lido através do Book Tour realizado pela autora 


Quem me conhece sabe que eu não sou exatamente fã de romances de época, mas quando a Tati me convidou para participar do Book Tour de "Desejo & Honra" eu aceitei por dois motivos: o primeiro foi que a sinopse me chamou a atenção pelo fato de ter uma protagonista bem original, diferente do que normalmente vemos em livros desse gênero, e o segundo foi por já ter lido outro livro da autora "As Faces da Luz" e me apaixonado pela história. Pensei que poderia acontecer o mesmo com esse, mas não foi exatamente isso o que aconteceu.

Em Desejo & Honra iremos conhecer Amanda, uma mulher que foi ensinada pelo seu pai a ser uma ladra, e tornou-se a maior ladra do Estado. Ela rouba dos ricos e abastados, mas após uma traição ela se vê obrigada a fugir para salvar a sua vida. Ela acaba indo parar na fazenda da família Leon, a única que ainda vivia da exploração do ouro na região. 

O começo do livro foi bastante interessante, gostei de ver a Amanda em ação e saber um pouco sobre seu "ofício" de ladra, mas quando ela foi para a fazenda, o desenrolar das ações acabaram me desanimando com a leitura. Eu não sou muito fã de romances "instantâneos" e acabou que foi isso o que aconteceu quando o Conde de Leon observou Amanda pela primeira vez. Não consegui sentir a reticência que alguém sentiria ao passar anos sem se sentir atraído por ninguém desde a morte de sua esposa. E também não consegui mais enxergar o lado determinado e de personalidade forte de Amanda ao se envolver com o Conde de Leon, achei que ela aceitou tudo o que aconteceu de forma muito passiva. Me entendam, eu acredito que amores podem acontecer a primeira vista e tem sim a capacidade de mudar alguém, mas da forma que aconteceu, não me convenceu.

Outra coisa que me incomodou durante a leitura foram os diversos erros de revisão. Em praticamente todas as folhas eu encontrava algum, e isso foi me desanimando cada vez mais ao continuar a história. A narrativa da autora é fluída, mas isso acabou por tornar a leitura arrastada. Foram apenas 152 páginas, que em outro caso, eu leria em poucas horas, mas demorei alguns dias para ler.

Mas calma, o livro não teve só pontos negativos. Em determinado ponto do livro teve a inserção de um ponto sobrenatural que eu gostei, mas achei que poderia ter sido melhor desenvolvido. Também gostei da ambientação do livro, da época em que a história se ambienta, gostei de ver a posição do Conde de Leon quanto a abolição da escravidão, e da forma que ele defendeu os seus ideais. As partes em que mostrava o passado da Amanda foram bem descritas, mas também acredito que poderia ter sido melhor desenvolvido. Gostei dos personagens secundários, alguns foram bem construídos e conseguiram me fazer sentir as emoções que os protagonistas não causaram.

Enfim, gente, o livro não me agradou, mas isso não significa que não possa agradar vocês. Não me entendam mal, eu gosto muito da autora e como ela escreve seus livros, infelizmente, esse não me agradou. Mas não deixarei de ler outros livros dela.  





18 comentários:

  1. Eu amo romances de época, e a sinopse também me deixou interessada. É uma pena que o livro tenha piorado quando a Amanda foi para a fazenda, e que a leitura foi arrastada pra você. E não me animei muito sabendo que em uma parte do livro existe um ponto sobrenatural. Não me animei muito pra ler esse livro :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi eu amo livros que se passam em outra época gostei muito da sinopse dele parece ser um livro incrivel já coloquei na minha lista de leitura e como sempre sua resenha está maravilhosa bjs.

    ResponderExcluir
  3. Poxa, também desanimei um pouco, mas vou dar uma chance. Uma ladra? Ela deve ser foda né hahah, apesar de não curtir muito romances de época, adorei a capa deste e isso me chamou atenção. Adorei a resenha!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Rafa,

    Obrigada pela resenha e pela sinceridade. É uma pena que a leitura não tenha sido mais proveitosa para você, e o obrigada por ter participado do book tour.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Sou louca de paixão por romances de época, mas confesso que já estou um pouco cansado de tanto clichê, mulheres que deveriam ser fortes, independentes se inclinando para o macho Alfa desde o primeiro encontro, porém gostei muito da sua resenha, bem digamos da sua sinceridade em dizer que essa leitura não lhe agradou e eu com certeza gostei disso, espero ler mais resenhas suas.
    Por enquanto esse livro não estar na minha lista, mas quem sabe ele não vá né...

    ResponderExcluir
  6. Romances de época costumam me atrair e me agradar, mesmo que não apresentem fórmulas muito inovadoras, algo neles consegue despertar meu lado romântico que só existe se tratando dos livros.
    Já havia visto algo sobre esse livro e tinha até me interessado um pouco, mas sua resenha me mostrou aspectos nem tão legais assim e os diversos erros de revisão atrapalham muito qualquer leitura. Gostei da sua sinceridade.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Nem passou pela minha cabeça que o livro teria algum conteúdo erótico, apenas depois fui perceber. Bom, Desejo e Honra só me interessou em um aspecto: o seu ambiente, o Brasil. De resto, não gostei muito dos personagens nem da estória envolta deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar do romance, o livro não tem conteúdo eróticos, as cenas de sexo são apenas implícitas.

      Excluir
  8. Sua resenha está muito boa, que pena que a história do livro não te agradou muito, como gosto de romance de época, acredito que irei gostar da história desse livro, então pretendo ler.

    ResponderExcluir
  9. A sinopse também me chamou atenção e gosto de romances assim. Mas vendo a resenha não sei se leria...Talvez não acabe gostando...
    Mas achei interessante a premissa, é um tanto diferente dos que leio porque romances assim ambientados no Brasil só li um ou dois e olhe lá. Seria uma boa dica ler esse por isso.

    ResponderExcluir
  10. Uma pena a leitura não ter te agradado, romances de uma hora pra outra são mesmo bem chatos e erros de revisão em quantidade excessiva nem se fala! Pode ser que eu dê uma chance pela entrada sobrenatural :) Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Tenho curiosidade de ler o livro ainda mais poe ser de época e nacional, dois em 1, eu adoro, pena que tu não gostou do livro, vou ler e espero gostar.

    ResponderExcluir
  12. Uma pena que houve esse problema, mas creio que se a autora explorar mais o livro, pode vir a melhorar não?

    ResponderExcluir
  13. Nunca li romances de época, mas pretendo começar logo logo. Esse especificamente não me interessou muito, não só pela sua resenha, mas também pela sinopse.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  14. Adoro romances de época, mas a sinopse não chamou a minha atenção e a sua resenha só confirmou alguns pontos sobre a leitura do livro. Não pretendo lê-lo :/
    E obrigada pela resenha sincera, beijos! :)

    ResponderExcluir
  15. Oi Rafa, acontece mesmo de não nos conectarmos com o personagem e com a história, eu mesmo, também detesto demais quando tem amores rápidos ou quando o personagem aceita tudo numa boa. Acho que é justamente porque eu não sou assim. Nem um pouco kkkkkk então não consigo engolir este comportamente de váriiaaaas personagens da literatura, pra mim, uma mulher que aceita até ser humilhada por um homem e fica lambendo-o como tem muitos livros por aí, é uma vergonha! kkkkkkkkk desculpe meu desabafo kkk mas é isso.
    bjoos e acho que também não lerei o livro, não me chamou atenção.

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Ultimamente tenho lido alguns romances que tem me decepcionando por isso, esse não e um gênero que estou querendo muito ler e tem alguns pontos no livro que vi que não iria gostar, não é uma leitura que eu faria agora mas gostei de temos uma mocinha ladra bem diferente do que já li nos romances de época o que deixou a historia interessante !!

    ResponderExcluir
  17. Adoro romances de época e apesar de achar a capa desse linda, a sinopse não chama a minha atenção. E a sua resenha só reforçou alguns pontos que eu estava pensando sobre esse livro. Infelizmente, não pretendo lê-lo. :/
    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...