Resenha #34 - Máscara (Luiz Henrique Mazzaron)

| |

Autor: Luiz Henrique Mazzaron
Editora: Novo Século (Novos Talentos da Literatura Brasileira)
Ano: 2013
Páginas: 368
Onde comprar: Aqui




"Liam é um garoto que viveu por muito tempo isolado devido aos constantes castigos do sádico tio, um carrasco ex-militar. Porém, inesperadamente, surge uma entidade maléfica, uma figura das trevas trajando uma máscara, e passa a o perseguir, levando-o a participar de um jogo num mundo surreal, chamado Domus.                                                                                                                                 Junto a um grupo, Liam parte para uma experiência alucinante, em que os pecados da humanidade serão colocados em xeque, como uma espécie de julgamento. Um combate onde o principal objetivo do adversário é mostrar o quão odiosa é a raça humana.                                                                                                                             Mas ainda há muitos mistérios que rodeiam este intrincado jogo. Por qual motivo a criatura possui tamanha obsessão por ele? E vale a pena prosseguir, já que a morte é a única certeza? 

Livro cedido em parceria com autor 


Em Máscara conhecemos a história de Liam, um menino que passou grande parte da sua infância nas mãos do tio, um ex-sargento abusivo e sádico. Entretanto, um dia algo acontece e ele consegue se libertar do tio, mas as consequências não serão fáceis. Muitas mortes acontecem e a vida de Liam, que já não era fácil, fica ainda mais imprevisível. 

Dez anos depois, Liam, agora com 17 anos, vive com uma família um tanto diferente, mas está feliz. Ele teve um recomeço. Juntamente com outras pessoas que perderam entes queridos e tiveram uma parte da vida arrancada no que ficou conhecido como o Massacre de Green Valley, dez anos atrás. 

Entretanto, há alguém a espreita do nosso protagonista, mais precisamente uma entidade maléfica que usa uma máscara e que está há anos em busca dele, e agora finalmente consegue capturá-lo. Dessa forma Liam se verá no mundo de Domus e será obrigado a enfrentar diversas provas, desafios e será obrigado a tomar as mais difíceis escolhas em sua vida.

"No mundo de Domus, a morte é a moeda que alimenta o jogo. E a verdade pode custar a vida."

Em Domus, Liam é a chave de um jogo sórdido e cruel. E seu primeiro desafio é escolher quem vive e quem morre. A entidade maléfica o obriga a escolher 5 entre 10 pessoas para viver. Cada uma dessas pessoas tem um pequeno histórico sobre a sua vida e tem uma característica que na opinião da entidade é condenável. Tem-se estuprador, assassino, traidor, corrupto, ladrão, sádico, entre outras características.

Depois de sua escolha, Liam e as pessoas que ele decidiu que merecem viver partem em rumo ao verdadeiro jogo. Domus é uma realidade paralela, um mundo igual ao real, mas eu classificaria como um mundo pós-apocalíptico. Imaginem um mundo destruído por um apocalipse zumbi, e é exatamente assim que imagino Domus... e acredite, zumbi é o que não faltará nessa história. 

Liam e sua turma passarão por diversos desafios nesse mundo, muitos deles extremamente cruéis e que nos mostrarão o lado mais "sujo" do ser humano. Na realidade o principal objetivo do jogo é mostrar os pecados da humanidade e cada desafio é uma espécie de julgamento. Por várias momentos, Liam terá que escolher a opção menos pior para defender algo em que acredita. E inevitavelmente Liam ficará mexido com tanto horror e em alguns momentos ficará tentado a tomar algumas ações que seriam questionáveis. 

O livro é contado em terceira pessoa, e isso é ótimo, pois o livro tem muita ação, e há momentos que as personagens estarão em lugares e situações completamente diferentes. Dessa forma conseguimos ter uma visão geral da história e também iremos conhecer um pouco de cada personagem. O autor descreve bem a personalidade de cada um dos personagens.

Já tinha lido em várias resenhas que é um livro muito assustador e que não deveria ler a noite. Não senti medo em nenhum momento durante a leitura, mas o livro realmente não é recomendado a todos, tem cenas bastante pesadas e algumas são de embrulhar o estomago. Então recomendo a quem tem coração fraco para esse tipo de leitura, que leia com calma. Apesar disso, a narrativa do autor é envolvente que você sente que está participando de cada prova juntamente com os personagens.

Eu gostei do livro, foi uma leitura que valeu bastante a pena e que eu já estava curiosa há bastante tempo. Entretanto, eu imaginava algo diferente, mas não sei exatamente o quão diferente (que louco né!?). Por vezes me senti horrorizada diante de tanto sofrimento que em grande parte da história eu não conseguia entender o motivo para tudo isso, que foi um pouco explicada na última parte do livro. Além disso, por mais que a leitura tenha sido envolvente e prendeu bastante minha atenção desde o início, não consegui sentir muita empatia pelos personagens. Apesar disso, o final me deixou aflita e curiosa o bastante para querer ler o segundo volume. 

Recomendo o livro para quem gosta de histórias fortes. É um livro que mostra até onde a ambição e arrogância podem levar, em que a mentira pode nos tornar um alvo e que a verdade virá a tona de alguma forma. Domus é um mundo em que ninguém está a salvo, que cada um terá que confrontar aquilo que realmente é, e não se sabe se será possível sair vivo de lá. 

"Ele era o mal. Ele era aquilo o que você mais teme. Ele era a sombra que o perseguia na luz. Sua missão era achar o menino. Aquele menino era especial. O destino demandava que ele fosse eliminado." (pág. 50)

Fonte - Máscara - A vida não é um jogo









17 comentários:

  1. Nossa pobrezinho do Liam, história forte mesmo e com muito mistério, como vc citou sobre o final fiquei muito curiosa para saber. Ótima resenha.

    http://vihpaula.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafa!
    Máscaras parece ser um livro de arrepiar! Não sei se encararia o desafio, já que me considero uma pessoa medrosa, rsrs. Gostei do fato de que os desafios mostram o lado mais sujo das pessoas, porque acredito que de alguma forma isso nos faz refletir a respeito.
    Beijos!

    Rafaela, Eterna Leitora.
    www.eterna-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafaella, sou muito, muito cagona, ou seja, passaria longe demais desse livro! A história parece muito boa, mas só de ter entidade do cacete a quatro já sai correndo kk. Então esse é um ótimo livro, mas não é para mim! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Então, não sou muito de ler livros de terror, suspense e coisas tenebrosas.. Sou muito medrosa... rsrsrs...

    beijos
    Colecionando Livros

    ResponderExcluir
  5. O livro parece ser forte, não sei se leria, apesar de gostar de livros fortes... A questão é que fiquei em dúvida sobre questões ideológicas, aprece ser uma linha de pensamento que não concordo muito... Fiquei na dúvida se ele quer falar do arquétipo sombra ou se segue uma linha cristã, preciso folear o livro para compreender.
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Cenas pesadas e de embrulhar o estômago não são pra mim, Rafa... estou chocada por você não ter sentido medo, eu iria morrer de medo, com certeza! Um zumbi só é o suficiente pra me fazer ter pesadelos, rs, imagina mais zumbis e o restante da situação do Liam, ter que escolher quem vive e quem morre e depois ter que fazer escolhas tendo em vista o menos pior... pra mim a leitura seria aterrorizante, esse livro não é nada a minha cara.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  7. Desde a primeira vez que li a sinopse desse livro já fiquei super curiosa, a história parece ser exatamente do tipo que eu amo! <3 A cada resenha que eu leio a minha curiosidade aumenta e com a sua não foi diferente hahahaha Espero poder comprar pra ler logo, parece ser muito bom!

    Beijosss!

    ResponderExcluir
  8. Adoro histórias fortes. Já vi algumas resenhas do livro pela blogosfera e estou ficando cada vez mais curiosa sobre ele. Uma leitura envolvente é uma ótima razão para se aventurar pelas páginas de uma trama, e pelo que vc ressaltou em sua resenha é isso que teremos com o livro.

    Café com Letras

    ResponderExcluir
  9. Quase não leio livros deste tipo, mas fiquei bem interessada em ler este, adorei a sua resenha !

    ResponderExcluir
  10. Oie Rafa, tudo bom?
    Que saudade de passar aqui no seu blog haha, bom, eu já li esse livro e simplesmente adorei todas as misturas que o autor fez com a obra, eu gostei bastante da história e não vejo a hora em ler outros livros do autor, concordo com você, tem umas cenas que só Deus haha. No entanto, eu adorei sua resenha e a sua opinião foi bem bacana e me fez relembrar de algumas partes do livro ;}

    Beijos,
    http://umgrandevicioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Rafa, tudo bem?
    Comecei ler Máscara agorinha e estou com boas expectativas sobre ele...
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  12. Olá tudo bem?
    Nossa esse livro deve ser forte mesmo, deve ser daqueles que nos consome da 1ª à última página. Pretendo ler o livor mais pra frente, essa coisa do Liam escolher quem vive e quem morre deve ser sensacional. Bjus!!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ainda na semana passada li uma resenha deste livro que me deixou bem interessada. Sua resenha veio reforçar este interesse.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Não conhecia o livro, mas ele parece ser bem interessante =) Porém, não faz muito meu genero.
    Gostei bastante da resenha.

    Bjs,
    Fernanda
    blogimaginacaoliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi tudo bem?
    Não gosto de livros de terror. Mesmo você falando que não teve medo, creio que pode ser porque curte esse tipo de livro. Vou ficar com as outras opiniões que você citou, e evitar o livro, kkkkk

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bom?
    Apesar de você ter curtido o livro, não fiquei muito animada porque sou muito medrosa para esse tipo de narrativa. Tem uma trama meio misteriosa, mas não é um gênero que eu curta ler.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro ainda e pela resenha parece bem legal
    Se tem uma coisa que adoro é quando o livro tem personagens bem construídos, porque faz toda a diferença na leitura! A parte que desanimou é a continuação não publicada, mesmo preferindo livros com finais fechados do que esperar a continuação.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...