Resenha #81 - O Lago Negro (Juliana Daglio)

| |


Editora: Arwen 
Ano: 2015
Páginas: 368


Verônica é uma garota problemática marcada por um passado traumático do qual mal se lembra, mas que lhe tirou o direito à total sanidade.

Ao se mudar para o interior, depois de passar no vestibular, ela se depara com o local perfeito para se inspirar e, finalmente, transformar seus personagens imaginários em um livro. Lagoana é uma cidade nebulosa, úmida, habitada por almas quietas e pouco amigáveis. Porém, o clima obscuro não despertará somente a criatividade, mas também acordará seus fantasmas mais profundos. 

Prestes a perder o controle sobre sua trama e sua mente, Verônica conhece um estrangeiro de sorriso cafajeste e olhos azuis e, desconfiada de suas intenções, ela guarda segredo quanto ao seu livro, mas não sabe que Liam também tem os seus. 

Verônica nem desconfia, mas eles podem ser a chave para os mistérios que a rondaram durante toda sua vida. Assim, o lago negro de sua imaginação será, definitivamente, o estopim para toda sua loucura emergir. O que será que ele esconde no fundo de suas águas escuras?

Livro enviado em parceria com a editora para resenha 


O Lago Negro é o segundo livro que leio da Juliana, e todas as características da sua narrativa que eu encontrei em Uma Canção Para a Libélula - Parte I e adorei, pude rever nesse livro. 

Nessa história iremos conhecer Verônica, uma jovem que sempre está no limiar entre a sanidade e a loucura. Ela acabou de passar no vestibular de jornalismo e se mudou para uma cidade interiorana, Lagoana. Com muita névoa, um clima obscuro, onde o sol parece se esconder, ela acredita que é o local perfeito para aflorar sua criatividade e assim poder enfim escrever seu livro.

Crédito: O Lago Negro 

Ela não poderia estar mais certa, assim que chega em Lagoana, sua criatividade dá um salto e sua história praticamente se escreve sozinha. Mas o que fazer quando a fantasia e a realidade começam a se misturar e a fronteira entre os dois já não está tão definida? Nessa cidade, Verônica irá se deparar com mistérios envolvendo os seus moradores e um lago negro.

"- Assim como somos o que absorvemos do mundo, também odiamos nos outros o que vemos de errado em nós mesmo, professor. - Ele me encarou atônito. Parecia ter me notado pela primeira vez."

Verônica é uma protagonista extremamente inteligente, mas possui alguns traumas em seu passado que afetaram e até hoje afetam sua vida, devido a isso, em alguns momentos ela age de forma impulsiva, sem pensar nas consequências. Por toda a vida, ela teve apenas um namorado, Enzo, que foi mais uma âncora na vida dela do que um amor arrebatador, sempre a puxando para a superfície quando ela se perdia na confusão de sua mente. Mas quando se cresce, as prioridades mudam, e Verônica terá que passar ela mesma a cuidar de si.

Achei o livro incrivelmente bem construído, a Juliana sabe escrever temas mais pesados com uma suavidade incrível. Ela soube fazer da loucura da Verônica algo tão singelo, que todos podemos nos identificar. Achei incrível toda as relações que ela criou na história, nada do que ela escreveu foi por acaso. O livro que a Verônica está escrevendo, seus personagens, a história da cidade e seus moradores, o Lago Negro e o passado da personagem, tudo se encontra conectado. Não dá para falar muito porque é bem interessante ir descobrindo todas essas ligações a medida que vamos lendo.

Em determinado ponto da história conhecemos o Liam, que também é alguém bem complexo e ajuda a narrar parte da história, em primeira pessoa pelo ponto de vista dele e da Verônica. Ele também tem seus próprios segredos e fantasmas do passado, além disso, é inteligente e bonito e possui um senso de humor incrível que acaba equilibrando com o da Verônica. Ele possui uma importância muito maior do que podemos imaginar de início. Há o aparecimento de outros personagens, muito bem construídos e definidos. 

"- Então você tem que parar de se explicar. As pessoas no mundo são, em sua grande maioria, um bando de idiotas convencidos de suas verdades inúteis. Poucas pessoas param para pensar no outro, no que ele sente, pensa, ou na forma como enxerga as coisas. Você tem que aprender isso na teoria, pois na prática é como apanhar repetidas vezes de uma mão invisível. Nunca sabe de onde vai vir o tapa."

A diagramação da história está um show a parte, muito bem cuidada, como todo o trabalho da editora. As letras estão em um bom tamanho, mas encontrei alguns erros de revisão. E para quem gosta de história dentro da história, tem uma surpresa para vocês ao longo da narrativa.

Como eu disse no início da resenha, eu senti todas as características da Ju nesse livro. A fluidez da narrativa, o jeito quase poético e bem sútil de tratar assuntos como a loucura. c
Como ela sabe desvendar a mente dos personagens e entrar na nossa própria. Ela cria personagens reais e com o qual de alguma forma podemos nos identificar. Ela nos mostra, através dos seus personagens, como devemos aceitar quem somos. E nesse livro, ela soube misturar a realidade, fantasia, com um toque de sobrenatural e mistério, tornando assim uma história impossível de largar até se chegar ao final, e ficar louco pela continuação.




11 comentários:

  1. Olá linda,

    Tenho esse livro, mas ainda não tive tempo de me deliciar com essa história e me cativar pelos personagens, porém em breve vou lê-lo e conhecer mais dessa autora talentosa.

    Beijos,
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Hey, já li algumas resenhas desse livro e parece que ele é realmente muito bom.
    Não é muito meu gênero literário. Mas iria ler pela curiosidade mesmo em saber se essa construção toda da história é bem feita mesmo.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Nunca li nada da autora, mas adorei a capa do livro, primeira coisa que me ganhou.
    Também achei a história incrível nessa linha tênue entre realidade e loucura.
    Estou mega interessada em ler.
    Amo quando envolve sobrenatural.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  4. Oi Rafa, amei essa ilustração do livro, e a história me parece muito interessante também, nunca li nenhum livro da editora mas espero ter a chance um dia.
    Desejo sucessos a Juliana Daglio.
    Bjs,

    Juliana
    claqueteliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. É bem meu estilo de livro que eu gosto, e depois de ler tantas resenhas positivas isso só se confirma. Tenho certeza que vou adorar a história. E que capa linda!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Rafaaaa!!!
    Muito feliz em ler essa linda resenha! :D
    Mais uma vez, muito obrigada pela dedicação em ler uma das minhas histórias e pelo carinho dedicado para escrevê-la. Você é uma linda!!

    <3

    ResponderExcluir
  7. Olá, li essa obra o ano passado e gostei bastante do enredo e dos personagens. A narrativa da autora também é ótima. Estou louca pela continuação!

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  8. Já tinha visto uma ou outra resenha dele e pelo consenso geral parece que vale muito a pena. É uma leitura que envolve e faz querer mais, pelo jeito. Tomara que possa ler continuação o quanto antes!

    ResponderExcluir
  9. Oi Rafa, a capa é linda eu amei a sinopse e a sua resenha o enredo da historia é bem o tipo de gênero literário que eu gosto de ler obrigada pela dica bjs.

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    gostei bastante da sua resenha, o livro não faz o meu gênero, mesmo assim achei legal a capa e o fato de você colocar passagens do mesmo em sua resenha. Nunca li algum livro da editora. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ooi, não conhecia o livro. Amando essa capa, me lembrou muito as capas de Fallen
    Desde a sinopse já gostei, depois dessa ótima resenha então...
    já vou até anotar o título aqui ❤
    Beijoos!

    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...